O Jardim do Campo Grande vai ter novo nome: Jardim Mário Soares. A homenagem ao antigo Presidente da República foi anunciada pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina. O espaço vai reabrir no dia 25 de abril após obras de requalificação na zona sul.

“Será uma homenagem que a cidade quer prestar a um dos pais fundadores da nossa democracia, um dos rostos principais e um dos homens que mais lutaram pela democracia no nosso país, uma personalidade ímpar da nossa vida cívica”, explicou Fernando Medina ao Diário de Notícias.

Mário Soares morreu a 7 de janeiro de 2017 e vivia no Campo Grande, próximo do jardim a que agora vai dar nome. O presidente da Câmara acrescentou ainda que “a melhor forma de o homenagear era precisamente atribuir o seu nome a algo tão emblemático, tão bonito e também cheio de vida”.

LÊ TAMBÉM: OS ENCANTOS E OS LUGARES DA PRIMAVERA PORTUGUESA

Requalificação da zona sul

O projeto de reabilitação inclui a instalação de um sistema de iluminação noturna, a plantação de mais de 100 árvores, novos pavimentos, bancos e papeleiras. Vai ainda ser instalado um equipamento lúdico relacionado com o conhecimento matemático.

O vereador da Estrutura Verde e Energia da Câmara Municipal de Lisboa, José Sá Fernandes, disse ao Diário de Notícias que este é o último jardim a ser recuperado em Lisboa, uma vez que todos os outros estão concluídos. O investimento superou o milhão de euros e a obra deveria ter ficado pronta em janeiro.

Além da família de Mário Soares, na cerimónia de reabertura, a 25 de abril, vão estar presentes o presidente da Câmara, o primeiro-ministro, António Costa, e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.