Pela primeira na sua história, a Arábia Saudita vai estar presente no Festival de Cannes, a ter lugar em Maio em França. É um marco histórico nas relações entre os dois países e na abertura da Arábia Saudita às culturas ocidentais.

Pela primeira vez na história do Festival de Cannes, a Arábia Saudita estará presente com produções próprias. A notícia surge na senda da visita do ministro saudita da Cultura a Paris. Awwad al-Awwad está em visita diplomática a França e anunciou a exibição de uma série de projetos sauditas.

Serão nove as curtas-metragens que a Arábia Saudita exibirá no Festival de Cannes. Estão também previstos outros encontros de profissionais da área de ambos os países. Awwad considerou este o manifestar de uma presença simbólica do seu país no Festival de Cannes. “A Arábia Saudita está a embarcar numa fase de desenvolvimento sustentado da indústria, que ofereça uma grande variedade de localizações para os cineastas do mundo descobrirem.”

A abertura da Arábia

Este é sem dúvida um gesto de abertura do país saudita, tradicionalmente conservador, à cultura europeia e ocidental. O entendimento entre os países, por via do Cinema, surge na sequência dos acordos assinados esta segunda-feira entre Awwad e Françoise Nyssen, ministra francesa da cultura.

A ministra francesa enalteceu a importância “da tradução literária”, entre outras áreas culturais que poderão ser alvo da cooperação franco-saudita. Os dois países parecem inclinados a cooperar ativamente, havendo compromissos de parte a parte.

França vai colaborar na construção de uma orquestra nacional e na formação de profissionais do Cinema. Já os sauditas anunciaram a intenção de investir mais de 50 milhões de euros na construção de salas de cinema e de ópera.

O diretor artístico do festival, Thierry Fremaux, não escondeu o entusiasmo. “Estou delirante por ver que a Arábia Saudita está focada em cuidar dos seus cineastas e partilhar histórias sauditas com o mundo. Esta é uma excelente forma de abrir oportunidades globais para o seu talento criativo”, afirmou.

Não é ainda sabido se existirão longas-metragens sauditas na seleção oficial do Festival. Entretanto, um filme foi submetido para aprovação. Para já, está prometida a transmissão de nove curtas metragens. Realizadas por jovens sauditas, estas serão exibidas no Cannes’ Short Film Corner, a 14 e 15 de Maio.