Fotografia: Sasha Samsonova / Divulgação

Gallant é um ‘Gentleman’ no seu novo single

Após ter encabeçado a vanguarda do R&B em 2016, Gallant volta a projetar a sua voz. Gentleman, cujo vídeo foi estreado esta terça (3) pela rádio NPR, é o primeiro avanço do seu novo disco.

A canção foi produzida por Teddy Walton, que trabalhou em LOVE. de Kendrick Lamar e Zacari. Expondo o timbre sensual do cantor, é uma incursão pelo R&B sensual em que Gallant já dava cartas. A i-D nota que as letras delimitam o interlocutor como interesse amoroso, técnica recuperada dos anos 90.

Essa década perpassa também o vídeo, elaborado por Sasha Samsonova. A câmara foca-se no corpo de Gallant, sob uma luz azul. Constitui esta técnica uma referência ao trabalho do diretor Hype Williams. De acordo com Gallant, tenta recuperar a aposta em “formas diferentes de demonstrar o quão incrível a humanidade é“.

À NPR, esclarece que o tom intimista do visual exprime a “mais apurada representação de [si] enquanto ser humano, pessoal e artisticamente.” E será impossível ignorar a semelhança com o infame vídeo de Untitled (How Does It Feel) de D’Angelo, de 2001.

Os indícios do retorno de Gallant começaram no mês passado, com a revelação de uma curta digressão entre Nova Iorque e Los Angeles, acompanhada da frase “Gallant’s Back“. A data inaugural ocorre esta terça, na sala nova-iorquina Public Arts. No dia anterior, o artista revelou um excerto do vídeo de Gentleman no seu Twitter.

A consagração

Depois do EP Zebra, a carreira de Gallant cresceu ao longo de 2015 e 2016. Fez a primeira parte dos concertos de 2015 de Sufjan Stevens e auxiliou-o nos encores; a participação consta no álbum ao vivo Carrie & Lowell Live. Criou a série de vídeos In the Room, onde colaborou com artistas como Stevens, Seal, John Legend ou Dua Lipa.

A sua estreia em longa duração, em 2016, na forma de Ology, conseguiu-lhe uma nomeação para o Grammy de Best Urban Contemporary Album. Nesse ano, pisou o palco lisboeta do Coliseu dos Recreios, no segundo dia do Vodafone Mexefest. A propósito da atuação, Lia Pereira escrevia na Blitz: “o norte-americano contou com o poderio da sua voz, fortíssima nos falsetes, e com uma sua invulgar teatralidade para mostrar ao que vinha.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Cofina
Cofina insiste na aquisição da Media Capital e culpa acionistas pela “fragilidade” da empresa