Este domingo (1), como é nossa tradição, fizemos a nossa notícia de Dia das Mentiras. Este ano, o enfoque esteve no fenómeno do momento – La Casa de Papel – e também no impulso que a RTP tem dado à produção de séries em Portugal. 

Tendo em conta o entusiasmo manifestado ao longo do dia pelos nossos seguidores nas redes sociais, parece-nos que a ideia seria muito bem-vinda.

Vê também: O trailer da segunda temporada de La Casa de Papel

A notícia falsa de 2018

A RTP vai iniciar gravações de uma versão portuguesa de La Casa de Papel, série que obteve sucesso internacional depois de começar a ser distribuída pela Netflix.

O original espanhol, com produção do canal privado Antena 3, foca-se no maior assalto de sempre no país de nuestros hermanos, quando um grupo de oito pessoas rouba 2,4 mil milhões de euros da Real Casa de La Moneda. Em Portugal, o enredo será semelhante.

Casa da Moeda, a aposta lusitana, é um dos últimos projetos deixados em andamento pela administração cessante da estação pública. Nuno Artur Silva, administrador que assegurou, até ao início deste ano, a pasta dos conteúdos, quis assim dar continuidade a uma prática iniciada com Conta-me Como Foi e Ministério do Tempo, duas produções de origem espanhola que tiveram uma adaptação nacional.

O lançamento desta nova empreitada do canal estatal será feito durante o Festival Eurovisão da Canção, em Lisboa. Um dos intervalos do espetáculo, transmitido para mais de 200 milhões de espectadores, contará com a exibição de um extended trailer que apresentará a ficção a toda a Europa.

Os novos episódios da série original têm regresso marcado para o dia 6 de abril e, segundo a Netflix, “as coisas vão ficar muito feias”.