Aproxima-se a 11.ª edição do Peixe em Lisboa e o Espalha-Factos foi conhecer os menus dos chefes e restaurantes que vão estar presentes este ano no Pavilhão Carlos Lopes (Parque Eduardo VII), em Lisboa, de 5 a 15 de abril.

Vão ser 11 dias dedicados a um dos produtos que melhor distingue a gastronomia portuguesa internacionalmente: o peixe. O evento, organizado pela Associação de Turismo de Lisboa, vai contar com a presença de vários restaurantes e chefes de renome, nacionais e internacionais, que prometem apresentar o melhor dos vários mundos.

No Peixe em Lisboa, há lugar para o tradicional, não faltando restaurantes como a Casa do Bacalhau ou o Ribamar, que partilham espaço com o que de mais inovador se faz no nosso país, como o que é apresentado pelo chefe Alexandre Silva e o seu restaurante Loco, ou com cozinhas mais internacionais, como a do Ritz Four Seasons.

É assim que Duarte Calvão, porta-voz do Peixe em Lisboa, caracteriza esta edição, como um reflexo do melhor da diversidade de abordagens que caracterizam a restauração da capital portuguesa.

O grande evento gastronómico em Portugal

Mas nem só de restaurantes portugueses se faz o Peixe em Lisboa. Aquele que é um dos maiores festivais gastronómicos da capital contará com a presença de nomes internacionais, como Ashley Palmer-Watts, à frente do Dinner, em Londres, com duas estrelas Michelin ou Ana Ros, eleita Melhor Chefe Feminina do Mundo em 2017.

Os nomes portugueses são também bastante familiares: José Avillez, Kiko Martins e João Rodriguez são alguns dos chefes que vão homenagear o peixe por estes dias.

Kiko Martins, que vai estar presente neste evento com pratos dos seus vários restaurantes, da Cevicheria ao Talho (sim, com um tártaro com algas), considera que este é “o maior evento gastronómico em Portugal”. Admite que esta é uma forma de mostrar os seus pratos e receber rapidamente a opinião dos visitantes do festival.

“Este é o grande evento gastronómico em Portugal, porque honra o que os portugueses têm de melhor, que é a sua costa.”

A conviver com os pratos de inspiração internacional de Kiko Martins, como Poke atum, prato havaiano de inspiração japonesa, com puré de pera abacate, crocante de amendoim e algas, estão outras cozinhas de inspiração mais tradicional. São exemplo disso os pratos do Chefe Milton Anes, do Arola Penha Longa, que vai trazer uma feijoada de peixe e do Chefe Paulo Morais, com a cozinha oriental do Kanazawa.

Provas de vinhos, concursos e debates

Nem só de restaurantes se faz o Peixe em Lisboa. Será possível assistir a debates, como o que é promovido pela Ciência Viva e a Docapesca, que pretende alertar para importância do peixe em Portugal e o consumo de espécies que não estão em risco de extinção, como o carapau.

Regresssam também dois concursos este ano – “A melhor patanisca” e “O melhor pastel de nata”- a decorrer, respetivamente, nos dias 9 e 11 de abril. Por estes dias há ainda a oportunidade de participar em tertúlias, harmonizações enogastronómicas e sessões de showcooking.

Exemplo disso será a iniciativa onde os chefes Bertílio Gomes, do Chapitô à Mesa, João Rodrigues, do Feitoria e de Pedro Almeida, do Midori, no Hotel Penha Longa, vão ensinar os portugueses a cozinhar pratos com carapau, mais uma vez para promover o consumo deste produto.

Não vai faltar também um mercado Gourmet, com uma banca de peixe fresco e outros produtos a que já estamos habituados, como o azeite, vinhos, gelados, chocolates, enchidos, queijos e conservas.

O Peixe em Lisboa vai decorrer de 5 a 15 de abril, no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa. A entrada tem o valor de 15 euros. Durante a semana, das 12h às 15h, a entrada permite fazer duas degustações no valor de 5 euros e duas bebidas. O mesmo se aplica à segundas-feira, dia 9 de abril, durante todo o dia.

Consulta a agenda e todas as iniciativas no site oficial, disponível aqui.