A música é uma parte crucial de qualquer programa de televisão ou série que acompanhamos. E quando falamos de séries é impossível não pensarmos nos genéricos que com elas se apresentam. Alguns chegam a tornar-se tão icónicos como os próprios programas – veja-se o caso do tema de abertura de Game of Thrones.

Apesar de os instrumentais dominarem os créditos de abertura das séries televisivas, ultimamente vê-se também uma grande aposta em temas com vocais. Hoje são esses que vamos destacar. Desde temas em português até ao inglês e espanhol, passando por grandes sucessos internacionais e algumas apostas nacionais, aqui está a seleção do Espalha-Factos.

Big Little Lies Cold Little Heart de Michael Kiwanuka

Num jogo de contrastes, temos uma música melodicamente suave e harmoniosa em oposição à tensão e aos constantes tumultos que a série da HBO nos apresenta. Foi apresentada ao público em 2017 e já é vencedora de oito Emmy Awards e quatro Globos de Ouro.

Retrata a histórias de vida de cinco mulheres, os seus problemas e a forma como as suas narrativas estão enleadas. A segunda temporada já foi confirmada e vai contar com a participação de Meryl Streep.

True Detective Far From Any Road de The Handsome Family

O tema de abertura da primeira temporada de True Detective não passa despercebido. Somos guiados por uma voz barítona e sedutora, num genérico original que conta com sobreposição de imagens que nos oferecem uma preview da narrativa da temporada. A série, que também pertence à HBO, junta Matthew McConaughey e Woody Harrelson.

1986Electrificados de Lena D’Água, Catarina Salinas e João Só

O genérico que dá início à mais recente aposta da RTP, criada por Nuno Markl, destaca-se pela forma excecional como retrata a realidade da geração pós-25 de abril, nos anos 80.

Interpretada por uma das vozes mais icónicas desses tempos – Lena D’Água – e por dois talentos da atualidade, é uma combinação entre o velho e o novo, entre o relato de um período e o distanciamento que permite avaliar as mudanças.

La Casa de Papel My Life is Going On de Cecillia Krull

A série espanhola da Netflix, que foi lançada para debaixo dos holofotes nas últimas semanas, é também merecedora de destaque. O genérico cantado pela madrilena Cecillia Krull confere uma aura misteriosa e dramática, combinando com o enredo. A história relata um assalto à Casa da Moeda, orquestrado por uma trupe que junta os melhores assaltantes espanhóis e um cérebro inigualável.

Narcos – Tuyo de Rodrigo Amarante

A música cantada em espanhol pelo brasileiro Rodrigo Amarante já faz tanto sucesso quanto a série que a trouxe ao mundo. A série da Netflix que se debruça sobre os cartéis do narcotráfico colombiano, é apresentada com um ritmo bolero, tipicamente latino. A própria música constrói um ambiente próprio e somos envolvidos por si e pelo enredo, numa experiência sonoplástica como há poucas.

Vê também: Os sete melhores momentos musicais de Narcos