A questão judicial protagonizada por Lana Del Rey e Radiohead já terminou. A confirmação surgiu este sábado (24), dada pela cantora, acusada de plágio devido à canção Get Free.

Del Rey atuou no Lollapalooza Brasil, festival que decorreu de 23 a 25 de março. No seu concerto, introduziu a faixa como a penúltima do repertório e comentou: “Agora que o processo acabou, penso que posso cantar essa música a qualquer altura que queira, certo?“. Uma gravação deste momento encontra-se abaixo:

Como noticiado pelo Espalha-Factos, o caso foi revelado no Twitter de Del Rey, no passado mês de janeiro. Os Radiohead alegavam semelhanças entre as composições de Creep e a faixa de Lust for Life, quarto álbum da norte-americana. Em oposição aos 40% propostos pela cantora, a banda solicitava a totalidade dos direitos da música. Os seus representantes negaram haver um processo, clarificando que apenas “negociações” tinham ocorrido.

A cantora adiantou que Get Free poderia ser retirada do disco de 2017. Num concerto em Denver, caracterizou a canção como a sua “statement song para o álbum, o seu manifesto pessoal“. Afirmou ainda: “Só vos quero informar que, independentemente [disso], esses sentimentos que escrevi, vou realmente lutar por eles“.

As comparações emergiram depois da edição de Lust for Life, em julho de 2017. Uma crítica assinada por Neil McCornick e publicada no The Independent levantava a hipótese de se seguirem processos judiciais. “[Del Rey] evidentemente roubou a progressão de acordes e melodia nos versos de Creep, acrescentava McCornick. A opinião foi reiterada por fãs num fórum do Reddit dedicado aos Radiohead, como notado pela NME.

Os antecedentes legais dos Radiohead

Em 1994, Creep, single de estreia dos britânicos, já os associara a debates legais. Após o lançamento, foi notada a similitude com Air That I Breathe, tema de 1972 dos The Hollies. A situação corrigiu-se com a edição de Pablo Honey, primeiro álbum dos Radiohead. Albert Hammond e Mike Hazelwood, membros do grupo, passaram a ser creditados como compositores da faixa.

Quando as complicações legais com Del Rey foram divulgadas, Graham Coxon dos Blur brincou no Twitter, dizendo de Creep: “Sempre pensei que os Hollies a tinham escrito.

Abaixo encontra-se um vídeo elaborado pela publicação Loudwire, que compara todas as faixas em causa.