Facebook Aparição - Apparition

Aparição: Obra de Vergílio Ferreira chega às salas de cinema portuguesas

Um dos mais famosos romances da literatura portuguesa chega esta semana ao grande ecrã. Falamos de Aparição, obra do escritor Vergílio Ferreira.

O filme surge pela mão do realizador Fernando Vendrell, conhecido por Fintar o Destino (1998) e O Gotejar da Luz (2002), num argumento adaptado por Fátima Ribeiro e João Milagre.

Recordemos a história de Aparição. Final dos anos 50. Um jovem escritor e professor, Alberto Soares, é colocado para dar aulas em Évora. Num meio rural e moralista, o jovem é acolhido por um médico e amigo do seu falecido pai, o Dr. Moura, deixando-se deslumbrar pelas suas três filhas: Ana, a mais velha e casada, é uma mulher inteligente, frontal e carente; já Sofia é sensual, provocadora e inconsequente. Finalmente, Cristina é a uma jovem inocente e inatingível.

Os protagonistas, que foram, em tempos, considerados jovens promessa, já se tornam atores consagrados da ficção e do cinema nacional, com vários trabalhos além fronteiras. Eles são Jaime Freitas (Amor Amor e Cigano) e Victória Guerra (Amor Impossível Wilde Wedding). Do elenco constam ainda nomes como Rui Morisson, Rita Martins, Dinis Gomes e Inês Trindade.

Aparição estreou no Fantasporto, onde ganhou o prémio de Melhor Filme Português.

As semelhanças com a realidade

A obra de Vergílio Ferreira aparenta ser autobiográfica, sendo o protagonista, Alberto Soares, considerado um alter-ego do escritor. Em Aparição, Vergílio Ferreira reflecte a relação do Homem consigo próprio, com a sociedade e com Deus.

O realizador, Fernando Vendrell, admite ao Sapo24 que o filme explora essa “coincidência muito estranha” de existirem “similitudes entre a ficção e a realidade na produção do romance“. A verdade é que, a par com o protagonista, também Vergílio Ferreira leccionou em Évora durante os anos 50. E foi nessa mesma altura que publicou Aparição enquanto a personagem escreve um livro de poemas.

O filme foi todo rodado no centro histórico de Évora o que, segundo Vendrell, irá permitir dar visibilidade nacional e internacional à cidade assim como “alertar para a preservação arquitetónica” de alguns dos espaços mais antigos de Évora.

Mais Artigos
nuno andré ferreira
Nuno André Ferreira. World Press Photo premeia fotógrafo português