No final da quarta temporada de How To Get Away With Murder, acontece algo que é raro na série: tudo parece acabar bem e todos os protagonistas têm a vida num bom caminho, quase ao estilo de uma despedida. Nobody Else is Dying estreou no canal ABC no dia 15 de março. Em Portugal, a série é exibida no AXN.

O carro que teve o acidente no episódio anterior é revelado como sendo o de Denver (Benito Martinez), que não sobreviveu à tragédia. Para além disso, o acidente parece ter sido provocado. Não podemos dizer que ficamos propriamente tristes, e já podemos respirar de alívio, dado que Bonnie (Liza Weil) está viva!

Jorge (Esai Morales) contacta Laurel (Karla Souza) para saber o paradeiro da sua mãe, mas Laurel apenas diz que se despediu da mulher com raiva e rancor – embora mais tarde saibamos que ela tem cortes e nódoas negras, o que dá a entender que o seu encontro com a mãe foi mais violento do que pensamos.

Nate (Billy Brown) entra em cena com a unidade que estava em posse de Denver, a qual contém todos os ficheiros roubados na noite em que Simon (Behzad Dabu) quase se matou. Por falar nisso, ele continua a ameaçar contar a verdade à polícia, o que mantém o restante grupo com mais uma preocupação em cima.

O grupo é incapaz de encontrar os ficheiros ilegais, o que faz com que Annalise (Viola Davis) peça ajuda a Tegan (Amirah Vann). O encontro parece não correr bem ao início mas a dinâmica entre estas duas é tão bom que ajuda a compensar o cruzamento miserável entre Annalise e Olivia Pope há umas semanas atrás.

Nos últimos dez minutos do episódio, eis que todas as pontes soltas atingem o seu desfecho. Simon é transferido para um instituto de alta segurança graças a uma dica anónima por parte de Michaela (Aja Naomi King). O pobre coitado não fez nada de mal para merecer isto mas ao menos Michaela teve coragem para encerrar o assunto.How To Get Away With Murder

É revelado de que Tegan juntou forças com Annalise, dando ao FBI provas suficientes para meter Jorge atrás das grades, em troca de um acordo de imunidade. Ao que parece, Jorge foi também o responsável pela morte de Denver. Tudo isto significa que Laurel tem finalmente o seu filho de volta nos braços!

Como se isto não bastasse, as notícias anunciam que o caso de ação social de Annalise chegou a uma conclusão e ela ganhou, sendo agora considerada uma “força de advocacia a nível nacional”. Numa entrevista, Annalise encerra o episódio, opinando que não existe bem e mal, mas sim más pessoas que não tiveram oportunidade de ser boas.

Durante este monólogo, cada personagem parece seguir o seu caminho: Bonnie está de volta à vida amorosa, com uma aplicação de telemóvel; Frank (Charlie Weber) decide voltar a estudar; Asher (Matt McGorry) está agora solteiro mas recebe um pedido de Oliver (Conrad Ricamora) para ser seu padrinho de casamento.

Claro que, nesta série, os bons momentos duram pouco. Na universidade, Frank encontra um jovem de nome Gabriel Maddox e contacta uma pessoa, dizendo que “o filho DELA está de volta”. O filho de quem? De volta de onde? Apertem os cintos, meu povo, parece que o mistério da próxima temporada será debruçada no passado.

NOTA: 9/10