O Festival da Eurovisão voltou a estar na moda em Portugal e a ArtFeist aproveita para mostrar as memórias e canções que fazem parte da história do festival, retomando o formato de concerto encenado usado nos espetáculos Let the sunshine in e 74.14Balas e Purpurinas – O lado B da Eurovisão chega ao Casino Estoril a 29 de março.

Henrique Feist é um habitué nas andanças do Festival da Canção, em que participou pela primeira vez em 1985, e novamente em 2007 e 2011.

No espetáculo Balas e Purpurinas – O lado B da Eurovisão juntam-se a Henrique Feist outros nomes também ligados ao Festival da Canção como Catarina Pereira, que participou em 2010 e 2014, e a veterana Dora, que representou Portugal na Eurovisão em 1986, com Não Sejas Mau Para Mim, e em 1988, com Voltarei.

O elenco fica completo com Valter Mira e Augusto GonçalvesMarco Mercier assina a coreografia. A direção musical está, como habitualmente, a cargo de Nuno Feist.

Henrique Feist explica que o espetáculo é “uma viagem pela história da Eurovisão, focada também muito no aspeto histórico e político porque, para além da componente de espetáculo e entretenimento, o festival tem uma grande carga política”.

E nós confirmamos. Andámos a pesquisar e descobrimos que entre boicotes contra os procedimentos de votação e contra regimes políticos ditatoriais, censura por parte de países organizadores, países expulsos da competição por dívidas à EBU (União Europeia de Radiodifusão), tem acontecido de tudo um pouco ao longo de seis décadas de Eurovisão.

LÊ TAMBÉM: EUROVISÃO: A ÚLTIMA VAGA DE BILHETES ESTÁ AÍ A CHEGAR

Nos últimos anos o país parecia estar cada vez mais desligado do concurso, com os representantes nacionais a falharem a qualificação para a final desde 2010, quando Filipa Azevedo participou com a canção Há dias assim. A vitória de Salvador Sobral, em 2017, veio dar novo ímpeto àquele que é, ainda hoje, o maior evento musical e televisivo a nível europeu, e trazer um renovado interesse do público pelas canções eurovisivas.

Algumas estrelas à escala mundial como os ABBA, Céline Dion, Lara Fabian, Olivia Newton-John ou Julio Iglesias passaram pela Eurovisão. Alguns artistas nacionais também, como Sara Tavares, Dulce Pontes ou José Cid, entre tantos outros.

Não sabemos se vão ser estes os factos que preenchem este “lado B” do festival, mas sabemos que vale sempre a pena recordar os grandes êxitos porque, afinal, recordar é viver.

Onde podes assistir

O espectáculo vai estar em cena no Auditório do Casino Estoril de 29 de março a 29 de abril. As sessões vão ter lugar de quinta a sábado, às 21h3o, e domingo, às 17h00.

Os bilhetes têm o preço único de 15 euros e já estão disponíveis na bilheteira do Casino Estoril, na Fnac e noutros locais habituais.

Henrique Feist

Foto: divulgação

LÊ TAMBÉM: CONCURSO INTERNACIONAL DANÇARTE ANUNCIA JÚRI