A quarta edição do Festival Internacional do Ouriço-do-Mar vai decorrer na Ericeira entre 23 de março e 8 de abril. São 22 os restaurantes aderentes à iniciativa e as atividades passam por jornadas técnicas, showcookings e degustações.

No dia 24, sábado, os chefs Vasco Lello, Marco Martini, Bruno Moreira-Leite, José António Nunes, Emídio Concha de Almeida e António Cavaco vão dinamizar atividades de showcooking no Mercado Municipal da Ericeira. No dia seguinte juntam-se, à mesma atividade,  os chefs Rodrigo Castelo, Bertílio Gomes e José Pinheiro.

Nos restaurantes que aderiram ao Festival há muitos pratos com o ouriço-do-mar como protagonista. É possível provar o ouriço-do-mar ao natural mas também em açorda, caril de ovas de ouriço-do-mar ou risotto de ouriços-do-mar com camarão grelhado.

Os restaurantes participantes são os seguintes: 7 Praias na Baleia, A Brasa na Gruta, A Tasquinha, Cozinha 21, Esplanada das Furnas, Estrela do Mar, Funky, Mar à Vista, Marisqueira Brisa, Marisqueira César, Marisqueira Furnas, Onegai Sushi Bar, O Vigarista, Prim, Restaurante Dom Carlos, Restaurante Sul, Ribeira d’Ilhas Surf Restaurant & Bar, Ti Matilde, Tik Tak, Toca do Caboz, Uni Sushi e Viveiros do Atlântico. Localizam-se na Ericeira e em Ribamar.

LÊ TAMBÉM: REVELADO O SUPERMERCADO MAIS BARATO

Jornadas técnicas

A programação arranca no dia 23 com as jornadas técnicas no auditório da Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva. Ana Pombo, investigadora do MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, vai abordar o tema da aquacultura e o acabamento das gónadas do ouriço-do-mar. O empreendedorismo na economia do mar vai ser outro dos temas em debate, com a participação de Nuno Mendonça, diretor executivo da Incubadora de Empresas da Figueira da Foz.

A questão do cultivo e consumo de algas vai ser apresentada por Paulo Serra Lopes, presidente da APPAQUA (Associação de Promoção dos Produtos de Aquicultura e Pescas dos Açores), e por Rui Pereira, administrador da ALGAPLUS – Empresa de Produção e Comercialização de Algas e seus Derivados. Mercedes González-Wanguemert, investigadora do Centro de Ciências do Mar, vai falar sobre o cultivo de pepinos do mar.

A participação nestas jornadas é gratuita.

Ao longo do Festival vai ainda ser possível observar, identificar e apanhar ouriços-do-mar através de idas na maré vazia à Praia de Ribeira d’Ilhas. O cientista Ricardo Melo vai acompanhar esta iniciativa denominada Vamos à Maré, dinamizada pelo projeto Go Foodies.