Parece que a promoção de um novo álbum arrica-se a ser adiada. Ariana Grande pode estar de volta à Broadway, muito em breve, arrebatando o seu papel de sonho: Elphaba, a Bruxa Má do Oeste.

A jovem de 24 anos confessou no Carpool Karaoke com Seth Macfarlane ter saudades do teatro musical e que gostaria muito de integrar o conhecido espectáculo Wicked no papel da bruxa vilã.

A produção baseia-se no livro de Gregory Maguire, Wicked: The Life and Times of the Wicked Witch of the West (1995) e tem cerca de quinze anos. Faziam parte do elenco original estrelas como Kristin Chenoweth (no papel de Glinda) e Idina Menzel (Elphaba). Caso as negociações se concretizem, Ariana Grande substituirá Jackie Burns num dos papéis mais reputados e desafiantes da Broadway.

A história do musical gira em torno do universo do Feiticeiro de Oz e conta a história da perspectiva das bruxas, começando antes da chegada de Dorothy. A personagem cobiçada pela americana possui alguns dos números vocais mais exigentes do século XXI, numa extensão vocal (tessitura) consideravelmente aguda mas classificada no limiar do mezzo-soprano.

Skills, experiência e influências…

Ariana Grande já participou como protagonista num espectáculo da Broadway (13:The Musical, 2008, de Jason Robert Brown [autor de The Last 5 Years]) mas a sua última aparição como atriz foi na televisão, nos primeiros episódios de Scream Queensonde partilhou o ecrã com Lea Michele (estrela da encerrada série Glee) que, também, iniciou a sua carreira nos palcos das três artes.

Fontes do jornal The Sun admitem que a escolha da conhecida popstar pode “atrair novos públicos alvo” e que as instâncias superiores “acreditam que ela tem as capacidades de representação necessárias para o trabalho”.
Entretanto, o quarto álbum da artista também ecoa como terminado, mas ainda não tem data de lançamento ou pré-venda.