A menos de uma semana de começar mais uma edição do MONSTRA Festival de Animação de Lisboa, o Espalha-Factos dá-te a conhecer os filmes que não podes perder. O festival decorre entre os dias 8 e 18 de março e este ano marca a sua 18ª edição.

Competição – Longas

  • Uma Voz Silenciosa / A Silent Voice (Japão)

Shoko é vítima das piadas de Shoya, um colega que persuade a turma a gozar com Shoko por esta ser surda. À medida que o abuso continua, a situação é invertida e a turma começa a fazer pouco de Shoya. Anos depois, Shoya procura o seu caminho de redenção junto da antiga colega.

  • A Ganha-Pão /The Breadwinner  (Irlanda, Canadá, Luxemburgo)

Parvana, de 11 anos, vive com a sua família em Kabul, capital de um Afeganistão devastada pela guerra. Quando o seu pai é preso, a vida de Parvana muda para sempre. Numa época em que as mulheres não estão autorizadas a sair de casa sem um homem, a sua família fica sem alguém que a sustente. Parvana decide disfarçar-se de rapaz, tornando-se no ganha-pão para a família. A película já passou por alguns dos mais reconhecidos festivais de cinema do mundo e contou com nomeações para a categoria de “Melhor Filme de Animação” nos Oscars e nos Golden Globes.

  • Ethel & Ernest (Reino Unido)

O filme segue a vida da criada Ethel e do leiteiro Ernest. Desde a sociedade estratificada dos anos 20, até à alunagem em 1969, vemos através dos olhos do casal os momentos mais desafiantes do século XX. Uma história de amor, um tributo apaixonado a um casal comum e uma geração extraordinária.

  • Tem um bom dia (China)

Numa tentativa desesperada de arranjar dinheiro para financiar a cirurgia plástica falhada da sua noiva, Xiao Zhang, um mero motorista, rouba um saco que contém 1 milhão de yuans ao seu patrão. Notícias sobre o roubo alastram-se rapidamente na cidade e, durante uma noite, toda a gente começa a atentar em Xiao Zhang e no seu dinheiro. Nomeado para o “Urso de Ouro” no Berlinale 2017 e para o prémio “Novos auteurs” do American Film Institute Fest.

Competição Nacional – curtas

  • Surpresa (Paulo Patrício)

Uma conversa gravada entre a mãe e a sua filha de 3 anos que está a recuperar de um cancro nos rins. Ambas abordam de forma aberta a doença. Vencedor do Prémio do Público da Sociedade Portuguesa de Autores no Curtas de Vila do Conde 2017 e do Prémio de Melhor Argumento no Anima Mundi, o Festival Internacional de Animação do Brasil.

  • Água Mole (Laura Gonçalves e )

Os últimos habitantes de uma aldeia recusam deixar-se afundar no esquecimento. Água Mole, teve a sua estreia na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes e foi também apresentado no programa Short Cuts da 42.ª edição do Toronto International Film Festival.

  • A Viagem (João Filipe Horta Monteiro, Luís Daniel David Vital, Ricardo Jorge Aguiar Livramento)

Curta-metragem sobre uma viagem introspectiva na vida problemática de um jovem adulto. Premiado com o Prémio Nacional de Animação 2017, promovido pela Casa da Animação.

  • The Voyager (João Gonzalez)

The Voyager conta a história de um pianista que vive sozinho numa grande metrópole e que sofre de agorafobia – medo irracional de sair de casa e/ou de lugares públicos. Curta-metragem vencedora do prémio International New Talent Award no British Film Institute Future Film Festival 2018.

 

Antestreia

  • A Idade da Pedra 

A Idade da Pedra conta a história do homem das cavernas, Dug. Este improvável herói consegue unir a sua tribo contra a poderosa Idade do Bronze numa batalha para vencê-los no seu próprio jogo. A Idade da Pedra assinala o regresso de Nick Park, realizador vencedor de um Oscar e responsável por filmes como A Fuga das Galinhas, Wallace & Gromit: A Maldição do Coelho Homem e A Ovelha Choné.

 

Competição – Curtas

Este slideshow necessita de JavaScript.

Históricos

  • The Triplets of Belleville / Belleville Rendez-Vous (França, 2003)

A história do pequeno Champion, educado pela avó, Madame Souza, para vir a ser um grande ciclista. Um dia, Champion, que está a participar no Tour de France, é raptado por dois misteriosos homens vestidos de negro. A avó e o cão Bruno partem à sua procura, numa viagem até ao outro lado do oceano. Aí encontram as “triplettes”, excêntricas estrelas do music-hall dos anos 30 que decidem ajudar Madame Souza. Um clássico do cinema de animação Europeu e vencedor de dois Oscars da Academia.

  • Yellow Submarine (Reino Unido, 1968)

Considerado um ícone da cultura pop psicadélica, Submarino Amarelo é um espectáculo musical colorido. Esta experiência cinematográfica animada é repleta de invenção visual, ilusões óticas, jogos de palavras e música verdadeiramente gloriosa.

Japão

  • In This Corner of the World (2016)

Neste Canto do Mundo conta a história comovente e inspiradora dos desafios diários enfrentados pelo povo japonês. Suzu, uma personagem encantadora, realça o espírito nobre dos japoneses e faz deste filme uma história inspiradora sobre maturidade. Um filme intemporal com um encanto universal.

Sessões Especiais

  • Tehran Taboo (Alemanha, 2016)

Teerão é uma cidade cheia de restrições e leis religiosas, onde qualquer tipo de crime é castigado de forma cruel. Ainda assim, o desejo de viver livremente, presente nas mulheres e homens jovens, faz com que evitar estas proibições severas seja um desporto diário. Três mulheres de origens sociais diferentes e um jovem músico encontram-se. O filme expressa, com ternura e humor, a hipocrisia e contradições do sistema e as suas consequências. Nomeado em duas categorias no Festival de Cannes de 2017.