Nove é o número de países que se juntam à lista dos que já têm música para interpretar no palco do Festival Eurovisão da Canção 2018, que acontece este ano pela primeira vez em Portugal.

Com a época de seleções nacionais a terminar, EstóniaPolóniaIslândiaFinlândiaPortugal e São Marino foram os seis países que escolheram o seu representante neste fim de semana, o primeiro de março.

Juntaram-se o Chipre, a Holanda e o Azerbaijão, que revelaram os temas que os artistas escolhidos através de seleção interna vão defender.

Espalha-Factos dá-te a conhecer os nove novos temas em competição na edição de 2018 do maior certame de música do mundo.

Chipre

Selecionada internamente pela CyBC, a emissora cipriota, Eleni Foureira será a representante do Chipre na edição deste ano da Eurovisão. Fuego, o tema que vai interpretar, foi composto por Alex Papaconstantinou, que já compôs vários sucessos da música internacional (entre os quais temas de Jennifer Lopez ou Enrique Iglesias) e, também, êxitos da Eurovisão (como La La Love, famosa entrada do Chipre em 2012).

A atuação ao vivo está a cargo de Sacha Jean-Baptiste, coreógrafa e diretora artística conhecida por trabalhar em várias edições do certame europeu.

O Chipre atua na segunda parte da primeira semifinal, a 8 de maio.

Holanda

Ainda no ano passado, a estação televisiva holandesa anunciou que Waylon seria o representante do país no certame, escolhido através de seleção interna. Através do programa televisivo De Wereld Draait Door, o cantor apresentou cinco temas country, de entre os quais um seria selecionado. A escolha caiu sobre Outlaw In ‘Em.

Waylon já participou antes no festival: em 2014, fez parte do duo The Common Linnets, que também representou a Holanda. O tema Calm After The Storm ficou em segundo lugar na grande final da edição, que decorreu na Dinamarca.

A Holanda atua na primeira parte da segunda semifinal, a 10 de maio.

Finlândia

Após anos a realizar seleções nacionais para a escolha do seu representante, a YLE, estação televisiva da Finlândia, decidiu alterar o processo. A emissora escolheu internamente Saara Aalto, cantora finlandesa conhecida internacionalmente por ter participado no The X Factor britânico. Ao longo das últimas semanas, foram revelados três temas de Saara, compostos especificamente para a artista por uma equipa internacional.

Todas os temas foram cantados ao vivo no Uuden Musiikin Kilpailu (ou UMK), que este ano mudou a sua abordagem de forma a obter melhores resultados no certame europeu. No final, o público decidiu que Monsters seria a escolha ideal.

A música vencedora foi escolhida por uma combinação 50/50 de votos do público e de um júri internacional, onde a cantora Suzyrepresentante de Portugal na Eurovisão em 2014, foi a jurada portuguesa.

A Finlândia atua na segunda parte da primeira semifinal, a 8 de maio.

Lê também: Finlândia homenageia Portugal com canção inspirada em Suzy no UMK 2018

Estónia

Elina Nechayeva foi a grande vencedora da edição deste ano do Eesti Laul, a seleção nacional da Estónia – e uma das maiores da temporada. La Forza é o tema que Elina irá interpretar em maio.

Na edição deste ano, a maior do festival até à data, estavam 20 atuações a concurso. Apenas dez passaram à final. Desses dez, três competiram numa ronda de superfinal, para a qual passaram com uma combinação de votos do público e de um júri. Na última etapa, a canção vencedora foi escolhida apenas através de televoto.

A Estónia atua na primeira parte da primeira semifinal, a 8 de maio.

São Marino

Pela primeira vez, a estação televisiva de São Marino levou a cabo uma final nacional. Em parceria com a agência britânica 1in360, foi lançado um casting em que se podiam inscrever cantores de qualquer país. Mais de 250 artistas participaram, mas apenas dez chegaram aos dois primeiros programas, onde escolheram o tema que defenderam na final em frente a um júri.

Jessika, natural de Malta, foi a grande vencedora da competição. A cantora vai interpretar Who We Are, tema que tem a participação da alemã Jenifer Brening. A canção vencedora foi selecionada através de uma junção de votos online e de um júri.

São Marino atua na primeira parte da segunda semifinal, a 10 de maio.

Polónia

Krajowe Eliminacje 2018 chegou ao fim e já há representante para a Polónia. Light Me Up, tema de Gromee com Lukas Meijer, vai soar no palco do Altice Arena.

Entre 260 temas submetidos à TVP, a televisão polaca, apenas dez competiram na grande final. A canção vencedora foi escolhida através de uma combinação de votos do público e de um júri.

A Polónia atua na segunda parte da segunda semifinal, a 10 de maio.

Islândia

12 artistas participaram no Söngvakeppnin 2018, seleção da Islândia. Ari Ólafsson sagrou-se o grande vencedor com o tema Our Choice.

O tema foi interpretado em islandês durante as semi-finais, mas, com a passagem para a final, inglês foi o idioma escolhido para a nova versão. Entre os seis que chegaram à final, o top 2 foi escolhido através de uma combinação de votos do público e de um júri. Já o vencedor final foi decidico apenas por televoto.

A Islândia atua na primeira parte da primeira semifinal, a 8 de maio.

Azerbaijão

A estação televisiva do Azerbaijão selecionou internamente, ainda no ano passado, a artista Aisel Mammadova para trazer as cores da bandeira nacional até Portugal. Agora, o tema foi revelado: X My Heart é a canção que Aisel vai defender no palco do Altice Arena.

O tema foi escrito por Dimitris Kontopoulos e Sandra Bjurman, ambos autores de temas vencedores no certame, e produzido por Tim Bran, produtor internacional que esteve por trás de City Lights, aclamada canção da Bélgica no ano passado. A atuação em palco vai ser pensada por uma equipa responsável por algumas das atuações mais conhecidas da história da competição, como a de Helena Paparizou, Ani Lorak ou Sergey Lazarev.

O Azerbaijão atua na primeira parte da primeira semifinal, a 8 de maio.

Portugal

Chegou ao fim o Festival da Canção. A grande vencedora desta edição foi Cláudia Pascoal, com o tema O Jardim.

Espalha-Factos acompanhou a seleção nacional portuguesa a par e passo. Podes saber tudo sobre a canção vencedora e os restantes participantes aqui.

Portugal tem passe direto para a final da competição, a 12 de maio, por ser o vencedor da edição passada.

Lê também: Conhece a ordem de atuação dos países a concurso na Eurovisão

Os países já selecionados

São agora 30 as nações que escolheram os temas dos representantes que vão defender a sua nação no Festival Eurovisão da Canção 2018. Em baixo estão os 21 primeiros, por ordem de seleção, aos quais se juntam os nove que analisamos neste artigo.

Espalha-Factos apresentou-te os temas já selecionados. Podes saber mais sobre cada uma das canções clicando no nome do respetivo país:

As próximas finais nacionais e escolhas internas

Mais de metade dos países a concurso já selecionaram os seus representantes. Já 34 países estão a bordo do Festival Eurovisão da Canção deste ano, incluíndo os que apenas têm o intérprete escolhido.

Quanto a finais nacionais, no próximo fim de semana, três países fazem a sua escolha, encerrando a ronda de seleções deste ano.

  • Noruega – sábado, 10
  • Suécia – sábado, 10
  • Lituânia – domingo, 11

Já no que toca a seleções internas, espera-se que as próximas semanas vejam vários lançamentos a acontecer. Podes ficar a conhecer os cantores que já foram anunciados aqui e aqui.