Esta noite Guimarães recebe a Grande Final do Festival do Canção. O certame conta já com a sua dose de polémicas e erratas.

Mas quem são as vozes por detrás das canções? Quem são os intérpretes escolhidos pelos compositores convidados pela RTP? O Espalha-Factos reuniu neste artigo os perfis dos 14 finalistas.

1. Sem Medo – Rui David

Fonte: Facebook

É um músico de intervenção do século XXI, que no seu repertório a solo revisita as músicas de Sérgio Godinho e Zeca Afonso. Tem mão no Projeto Alarme e percorre o país com a tour Som e Signo, num registo intimista. Foi a escolha de Jorge Palma e após 10 anos de carreira chega à semifinal depois de uma correção de votos que afastou a música Eu Te Amo da compositora brasileira Mallu Magalhães.

2. Mensageira – Susana Travassos

Fonte: Facebook/Divulgação

Sai Piçarra, entra Travassos. Diogo Piçarra decidiu terminar a sua participação no Festival da Canção e, como tal, deu lugar a outro intérprete. Susana Travassos foi selecionada por Aline Frazão e tem estudos de canto lírico, acordeão e piano. Estudou no Conservatório do Algarve, no Hot Club de Portugal e, após ter lançado o seu álbum a solo, Oi Ellis, assentou arraiais no Brasil onde criou laços fortes com a cultura musical do país. A cantora conta com dois álbuns editados.

LÊ TAMBÉM: DIOGO PIÇARRA DESISTE DO FESTIVAL DA CANÇÃO

3. Sunset – Peter Serrado

Fonte: Facebook/Divulgação

Luso-descendente e torontoniano, Peter Serrado é o vencedor de vários concursos musicais no Canadá e também o autor da canção que interpreta. Apesar de estudar Direito, é a música que o apaixona. Tem um canal no Youtube com vários covers de John Mayer, Leonard Cohen, Adele e Lady Gaga.

4. Zero a Zero – Joana Espadinha

Fonte: Facebook/Divulgação

Joana não começa do zero e tem muito que se lhe diga: passou pelo Hot Club de Portugal, é licenciada em Direito pelo Universidade Nova de Lisboa e em Jazz pelo Conservatório de Amesterdão. O primeiro trabalho da convidada de Benjamim, Avesso, é de 2014 e o seu último Single lançado, Leva-me a Dançar, está a votos no Top da Antena 3.

5. Voo das Cegonhas – Lilli

Lilli é médica veterinária e há 15 anos que a sua história musical com Armando Teixeira, o autor da música, se estende. Já participou no projeto Balla do mesmo autor que pela segunda vez entra no Festival da Canção. Lilli é também a voz por detrás In Your Dreams, tema usado pela TMN numa das suas campanhas publicitárias.

6. Para Sorrir Não Preciso de Nada – Catarina Miranda

Fonte: Divulgação

Mais conhecida como Emmy Curl, está bastante estabelecida no ramo: tem mais de 20 mil seguidores no facebook, concerto marcado a 16 de Março no Olga Cadaval e mais de três trabalhos lançados sendo o primeiro responsabilidade da Optimus Discos . A transmontana de 27 anos interpreta a música de Júlio Resende com letra de Camila Ferraro e escolheu fazê-lo em nome pessoal e não na sua persona artística, usando um visual específico para o tema.

 

7. Anda Estragar-me Os Planos – Joana Barra Vaz

Fonte:”Mergulho em Loba”/Divulgação

Em 2006 fundou a plataforma BiDu-Á. A realizadora, argumentista e e compositora, junta agora aos feitos o convite de Francisca Cortesão e Afonso Cabral. Por detrás do nome Flume, lançou, em 2012, Passeio Pelo Trilho. Amarelo é a “cor-de-equipa” da música número 7.

8. Amor Veloz – David Pessoa

Fotografia: Pedro Duarte Das (Facebook)

Viveu nos Estados Unidos mas nasceu num seio de fadistas. David Pessoa é integrante de grupos como Fogo-fogo e Cais Sodré Funk Connection, tendo tido a sua estreia com o Single Fazer-me à Sorte de 2015. No Festival da Canção interpreta o tema de Francisco Rebelo.

9. Patati Patata – Minnie e Rhayra

Fonte: Youtube

Yasmeen é Minnie e Ema Silva é Rhayra. Minnie é angolana e a música faz parte da sua vida desde da adolescência. Rhayra nasceu em Lisboa e partilha as raízes da música africana, depois de ter iniciado a sua carreira cantando nos bares e restaurantes de Angola. Participou no The Voice Angola na equipa de Paulo Flores, o autor da música a concurso.

10. (sem título) – Janeiro

Fonte: Facebook

É com o nome de um mês que se apresenta mas é também o seu sobrenome. Henrique Janeiro tem 23 anos e estudou Ciências Musicais na Universidade Nova de Lisboa. Teve formação no Hot Club e é a escolha de Salvador Sobral para entrada no certame. O coimbrão tem um programa online no seu canal do youtube chamado Janeiro Sessions com cerca de 3 mil subscritores e convidados muito especiais como Ana Bacalhau, Miguel Araújo e Salvador Sobral. É o cantautor da sua música que pretende que não tenha título “para que não existam expectativas sobre o tema”.

11. Bandeira Azul – Maria Inês Paris

A sobrinha de Tito Paris, autor do tema a concurso, tem 21 anos e já participou no The Voice Portugal (2015) e no Factor-X em 2013. Para além da voz, Maria Inês Paris domina ainda dois outros instrumentos: o piano e a guitarra. Teve de repetir a sua atuação na semifinal devido a problemas técnicos, tomando a situação com leveza e sem alarde.

12. Pra Te Dar Abrigo – Anabela

Fonte:Facebook

Um duo de pesos pesados da competição, Anabela e Fernando Tordo, são ícones do Festival da Canção. A cantora e atriz já venceu o Festival, uma vez, em 1993 com Cidade Até Ser Dia e o compositor do seu tema de 2018 também já levou o troféu para casa, 20 anos antes, com a famosa Tourada.

Anabela é conhecida pelas dobragens para filmes de animação como Mulan e A Pequena Sereia. O seu trabalho está também marcado por diversas colaborações com La Féria, tendo protagonizado vários espectáculos do Politeama, nomeadamente, My Fair Lady e Música no Coração. A artista tem uma experiência mais que honrosa no meio sendo o nome mais sonante da Final.

13. O Jardim – Cláudia Pascoal

Fonte: Facebook

Já foi apresentadora do Curto-Circuito na Sic Radical e já participou em vários programas de talentos: Ídolos de 2015 (com uma imagem diametralmente diferente) e, mais recentemente, no The Voice da RTP. A gondomarense edita vídeos para vários youtubers e a fragilidade na sua voz já a traiu e salvou mais do que uma vez. Atualmente, lidera o projeto M O R H U A .

14. Só Por Ela – Peu Madureira

Fonte: Facebook

Pedro, (mais conhecido por Peu) é fadista desde sempre. Estudou no Liceu Pedro Nunes e na Universidade Nova de Lisboa e como músico já foi até Cabo-Verde cantar a convite da Primeira-Dama. Para o Festival da Canção o convite chegou através de Diogo Clemente. Peu estreou-se em 2002 numa festa de beneficência em Sintra, nunca esquece o 5 de outubro de 1143 na sua página de facebook e o fado tradicional (ao estilo de João Braga e Teresa Tarouca) é a sua referência.