O Twitter lançou hoje as“Bookmarks”, uma nova funcionalidade que, caso o nome não o denuncie, permite guardar tweets numa lista privada para fácil acesso no futuro. Está agora disponível no site móvel e nas aplicações oficiais no iOS e Android, sem qualquer data prevista para a versão desktop do site.

Este sistema encontrava-se disponibilizado apenas para um pequeno grupo de utilizadores, em fase de teste, desde finais de 2017.

Para guardarem um tweet, basta clicarem no novo botão “Partilhar”, que vem substituir o botão “Enviar via Mensagem Direta”. Ai têm a opção de enviar via DM, guardar nos bookmarks ou usar a função de partilha nativa do iOS ou Android para enviar por outras aplicações.

É muito semelhante função “Guardar” adicionada ao Facebook e Instagram em 2014 e 2016, respetivamente.

Tal como acontecia nestas plataformas, os utilizadores do Twitter muitas vezes recorriam à função “Gostar” para revisitar um determinado tweet no futuro. Isto podia ser mal entendido dado que o ato de “gostar” de algo é mantido público no perfil e comunicado a seguidores como uma recomendação.

Assim, é uma forma mais conveniente e privada de colecionar posts para que não se percam no mar de nova informação que constantemente entra nas nossas timelines. Ao contrário do Instagram, não é possível criar várias pastas de conteúdos, apenas uma lista única.

Estas funções têm também o propósito de que o utilizador não sinta necessidade de guardar tweets recorrendo a um serviço externo como Pocket, e desta forma, para o manter “a consumir” dentro da aplicação durante mais tempo.

Podes ler mais sobre esta nova funcionalidade aqui.