Jennifer Lee, argumentista e correalizadora de Frozen, deu a entender que existe a possibilidade de Elsa poder ter um romance com uma personagem feminina. Lee falou sobre a sequela do êxito da Disney, numa entrevista com o The Huffington Post.

Desde o lançamento do filme de animação, em 2013, os fãs torcem pela ideia de Elsa poder ter uma namorada em Frozen 2. Na internet, criaram uma campanha com a hashtag #GiveElsaAGirlfriend e até assinaram petições com milhares de apoiantes. Idina Menzel, a atriz que dá voz à rainha de gelo, respondeu ao movimento e mostrou-se favorável à ideia.

Lê também: Disney revela data de lançamento de ‘Frozen 2’

A realizadora de Frozen 2 afirmou que a equipa está atenta à discussão. “Adoro tudo aquilo que as pessoas estão a dizer e a pensar sobre o nosso filme — e gosto do facto de estar a criar diálogo, e de a Elsa ser uma personagem magnífica com quem tanta gente se identifica”, disse Lee. “Significa muito para nós sermos parte destes debates.

Embora não tenha confirmado, Lee não rejeitou a hipótese de Elsa ter um romance lésbico no segundo filme. “Temos muitas conversas sobre a direção que vamos tomar, e somos conscienciosos destas questões”, acrescentou. “A Elsa diz-me todos os dias para onde necessita de ir, e vai continuar a dizer-nos. Escrevo sempre com consideração pela personalidade da personagem, onde a Elsa está e o que ela está a fazer na sua vida. Veremos para onde vamos.

Nos títulos recentes, a Disney tem incluído personagens gays e lésbicas mas tem sido criticada por ser demasiado subtil na representação de personagens LGBTI. Em A Bela e o Monstro, LeFou dança com um homem no final do filme — mas a cena é tão rápida que se pestanejarmos podemos perdê-la — e em À Procura de Dory há um momento em que surge um aparente casal lésbico.

Lê mais: ‘A Bela e o Monstro’. esta donzela não está em apuros