A utilização do plástico traz consigo a facilidade e a comodidade, mas acarreta também sérios riscos para o ser humano e para o planeta Terra. De maneira a conseguires reduzir a tua pegada-ecológica no que ao plástico diz respeito, o Espalha-Factos dá algumas dicas que te podem ajudar no processo.

Segundo os dados da Comissão Europeia, os europeus geram cerca de 25 milhões de toneladas de resíduos de plásticos por ano, dos quais menos de 30% são recolhidos para o método da reciclagem.

Este plástico, que representa 85% do lixo encontrado nas praias de todo o mundo, percorre quilómetros nos oceanos, adoece corais, peixes e todo o ecossistema marinho, e chega às nossas mesas sob forma de microplásticos.

Desta forma, o Espalha-Factos deixa-te algumas conselhos úteis e fáceis que podes colocar em prática de imediato:

1. Corta com as palhinhas

Demoram dez minutos a serem feitas e pouco tempo mais são utilizadas, mas permanecem no planeta porque não são biodegradáveis. Para quê beber por um canudo quando podemos simplesmente inclinar o copo? Mesmo quando oferecerem palhinhas nos restaurantes, podes recusar. O ambiente agradece.

Fonte: Horia Varlan/Wkimedia Commons

2. Diz não aos descartáveis

A garrafa de água de plástico pode ser substituída por uma de alumínio, o copo descartável de café do local de trabalho pode dar lugar a uma chávena que trazemos de casa e os pratos e talheres de plástico, que não são aceites na reciclagem, idem aspas. Até a típica escova de dentes de plástico pode ser substituída pelas escovas de bambu, mais amigas do ambiente.

Fonte: Renespro/Pixabay

3. Reutiliza os teus sacos

É das dicas mais óbvias, mas também das mais fáceis: reutilizar sacos. Troca os sacos de plástico pelas de pano ou papelão, ou simplesmente reutiliza os que já tens de plástico. Podes colocar um no carro ou até na tua mala, se forem bem dobrados.

Fonte: TooHotToHandle/Wkimedia Commons

4. Prioriza o papelão e o vidro

Muitas das vezes as marcas possuem diversas embalagens para um mesmo produto, por isso, sempre que tiveres oportunidade, tenta evitar o plástico, mesmo que o preço seja mais aliciante. Para além disso, se comprares produtos com embalagem de vidro, consegues aproveitá-la para colocar ingredientes como massa, arroz, sal ou especiarias.

Fonte: Creative Commons CC0/PxHere

5. Fósforos em vez de isqueiros

O isqueiro é um dos muitos produtos que não são absorvidos pela natureza e dos quais usamos e abusamos. Se possível, utiliza fósforos quando fores cozinhar ou se precisares de fogo para acender um cigarro, por exemplo.

Fonte: kropekk_pl/Pixabay

6. Aposta numa lancheira ecológica

Se a tua lancheira é tudo menos ecológica, há maneiras de inverter a situação. As bolachas, os snacks ou a tua sanduíche podem ir dentro de um tupperware ou recipiente de alumínio, que certamente vão durar mais tempo e podem ser reutilizados mais vezes do que a frágil folha de alumínio. Se por acaso não houver alternativa, opta por utilizar a folha de alumínio mais que uma vez. Evita as comidas embaladas e leva contigo fruta fresca, ao invés dos batidos pré-feitos.

Fonte: Creative Commons Zero – CC0/Max Pixel