Decorreu, na noite desta quarta-feira, 21 de fevereiro, na O2 Arena,a 38.ª cerimónia de entrega de prémios dos BRIT Awards, que, anualmente, consagra o melhor que se tem feito na música em solos britânicos.

A gala teve como apresentador o comediante Jack Whitehall e contou com performances de artistas como Sam Smith, Justin Timberlake ou Foo Fighters, vencedores do prémio de Melhor Banda Internacional

Dar espaço ao que é novo

Stormzy é o nome que marca os “BRITs” deste ano. Além de ter levado para casa os prémios de Melhor Artista Masculino a Solo e Melhor Álbum do Ano, com o seu Gang Signs & Prayers (que veio lembrar que o grime está vivo e de boa saúde), o rapper londrino atacou a primeira-ministra do Reino Unido com a pergunta “Onde está o dinheiro para Grenfell, Theresa?”, relativamente ao incêndio que ocorreu num prédio de 24 andares e que provocou a morte de 71 pessoas. Vê aqui o excerto:

 

 

Outro nome em destaque é Dua Lipa: com cinco nomeações e apenas 22 anos, a cantora de New Rules saiu vitoriosa com os prémios de Melhor Revelação e Melhor Artista Feminina a SoloContrariamente a Ed Sheeran: o renomado artista de Halifax não ganhou qualquer uma das quatro categorias em que estava nomeado, tendo, no entanto, recebido o prémio de Sucesso Global.

Lorde e Kendrick Lamar receberam o prémio de melhores artistas internacionais a solo, assim com os Gorillaz, que foram laureados com o troféu de Melhor Grupo Britânico.

Vê aqui a lista de todos os vencedores dos BRIT Awards 2018:

Melhor Artista Britânico Masculino
Stormzy

Melhor Artista Britânico Feminino
Dua Lipa

Melhor Grupo Britânico
Gorillaz

Melhor Revelação
Dua Lipa

Melhor Single Britânico
Rag’n’Bone Man, “Human”

Melhor Vídeo do Ano
Harry Styles- “Sign Of The Times”

Melhor Artista Internacional Feminina a Solo
Lorde

Melhor Artista Internacional Masculino a Solo
Kendrick Lamar

Melhor Banda Internacional
Foo Fighters

Álbum do Ano
Stormzy, Gang Signs And Prayer

Sucesso Global
Ed Sheeran