Era um segredo local, mas Leonardo DiCaprio revelou-o ao mundo no filme A Praia. Agora, quase 20 anos passados desde a estreia da produção cinematográfica de Danny Boyle, a praia Maya Bay, na ilha tailandesa de Koh Phi Phi Le, vai encerrar temporariamente devido ao excesso de turismo.

As autoridades locais vão impedir o acesso ao local nos meses de verão, que correspondem à época baixa da ilha. De acordo com o The Guardian, a praia vai ser encerrada entre junho e o início de setembro de forma a “reverter décadas de danos causados ao meio marítimo da região”.

Thon Thamrongnawasawat, vice-reitor da Faculdade de Pescas da Universidade de Kasetsart, em Banguecoque, explicou ao jornal Deutsche Welle que “quase 80% dos corais da Tailândia foram destruídos”. A construção de hotéis à beira-mar, as âncoras de barcos e os resíduos de plástico lançados ao mar poderão estar na base deste problema.

De acordo com Thon, a “solução ideal seria fechar a baía permanentemente”. Este tem defendido a necessidade de proteger os parques marinhos tailandeses, assim como alertado para o risco do turismo de massas.

Maya Bay, Got those crystal clear blues. Photo by @mblockk #nature_travel_13

A post shared by Nature_travel (@_nature_travel_13) on

Maya Baya: uma atração turística

Esta é a primeira vez que o acesso de barco a Maya Bay é proibido. No entanto, já foram postas em prática medidas semelhantes noutras praias tailandesas. Em 2016, as autoridades locais encerraram a praia de Koh Tachai com uma recuperação ambiental em vista.

Para visitarem o cenário do filme terão de o fazer a partir de uma outra praia na zona sul da ilha, Loh Samah Bay, onde os barcos podem atracar.

O turismo é um dos setores mais importantes para a economia da Tailândia, correspondendo a cerca de 18% do PIB. Cerca de 5 mil turistas chegam diariamente a Maya Bay, vindas maioritariamente de Phuket ou Koh Phi Phi. Só no ano passado mais de 35 milhões de pessoas visitaram a praia.