O festival Tremor, que decorre na ilha açoriana de São Miguel, revelou hoje o seu cartaz final e conta mais de 50 propostas artísticas.

Concertos, residências artísticas e um vasto conjunto de atividades paralelas fazem da ilha de São Miguel o sítio certo para se estar entre 20 e 24 de março. O festival Tremor, que teve a sua primeira edição em 2013, pauta-se por uma linguagem multidisciplinar que parte da música e que se desenvolve em articulação com o património natural, histórico e etnográfico da ilha.

Mykki Blanco, Boogarins e Liima eram nomes já conhecidos e, agora revelado o cartaz final, sabe-se que os americanos Sheer Mag também passam por Ponta Delgada. Oriundos de Philadelphia vão mesmo fazer a ilha tremer com o hard rock filho dos anos 70 que mostraram no seu disco de estreia Need to Feel Your Love.

Também os nomes nacionais causarão abalo. Ao regresso dos Três Tristes Tigres, por exemplo, juntam-se os 10000 Russos, Gonçalo e Lava Jazz Quinteto, açorianos de gema a representarem os sons do arquipélago.

No campo das residências artísticas destaca-se o trabalho coletivo entre a Escola de Música de Rabo de Peixe e O Gringo Sou EU, músico brasileiro socialmente ativo e que através da percussão em materiais reciclados criará um espetáculo único.

Percursos temáticos, programa para crianças e conversas sobre o papel da mulher na indústria criativa musical fazem parte também do festival.

Os bilhetes para a 5.ª edição do Tremor custam 35 euros.