Continuamos a recuar atrás no tempo para compreender os eventos e os motivos que levaram à tragédia subjacente a The Assassination of Gianni Versace, a segunda temporada de American Crime Story. O novo episódio, intitulado Don’t Ask Don’t Tell, estreou no canal FX no dia 15 de fevereiro. Em Portugal, a série é exibida na FOX.

Abrimos o episódio em junho de 1995, com Gianni (Édgar Ramírez) a anunciar a Donatella (Penélope Cruz) que quer dar uma entrevista a confessar a sua homossexualidade. A irmã é completamente contra esta decisão. Na sua opinião, o mundo não está preparado para tal e o nome da empresa ficará manchado, inclusive porque há países, nos quais a Versace está presente, onde a homossexualidade ainda é ilegal.

Em novembro desse mesmo ano, somos apresentados ao soldado Jeff Trail (Finn Wittrock), cuja sexualidade também é desvendada após salvar um colega que estava a ser fisicamente abusado por outros soldados. Nesta época, ser homossexual e militar eram duas coisas que, de todo, não combinavam.

Vítima de discriminação extrema, Jeff tenta suicidar-se mas sem sucesso. Como tal, decide retirar-se da vida militar e viajar até San Diego, onde experimenta o seu primeiro bar gay, no qual inclusive conhece o famoso Andrew Cunanan (Darren Criss).American Crime Story

A dupla mantém uma química maravilhosa nestes momentos: Andrew aceita-o na sua plenitude e encoraja-o a viver uma vida honesta. Como tal, Jeff decide dar uma entrevista anónima, onde fala sobre os perigos de ser homossexual e militar ao mesmo tempo, dizendo, contudo, que a esperança não está perdida.

Ao mesmo tempo que esta entrevista acontece, também Gianni presta as suas declarações, na companhia do seu amado Antonio (Ricky Martin). Interessante como a série decidiu misturar dois acontecimentos que, na sua essência, são iguais, mas que acabam por se tornar tão distantes devido às circunstâncias dos entrevistados.

Em 1997, Jeff e David Madson (Cody Fern), que conhecemos no episódio anterior, mantêm uma forte amizade mas parecem já não ser próximos de Cunanan. Pelos vistos, fartaram-se da sua personalidade superficial, das suas mentiras, das suas manipulações.American Crime Story

Mal eles sabem que Andrew está de visita à cidade e planeia passar um fim-de-semana maravilhoso a três. Jeff descarta-se da situação, dizendo que tem de estar presente para a sua irmã (que está grávida), enquanto Madson recusa os avanços de Andrew (os quais incluem uma proposta de casamento), dizendo que não está interessado.

É claro o quanto Cunanan vivia numa ilusão. Apesar de todas as respostas negativas, ele queria forçar uma relação com os jovens, sabendo, no fundo, que tal nunca iria acontecer. Frustrado e abandonado, Cunanan acaba por assassinar Jeff (também como vimos no episódio anterior), no mesmo momento em que a irmã deste último dá à luz.

Num só episódio, a série consegue chamar a atenção para assuntos urgentes: a homofobia levada ao extremo, a paranóia que arruína amizades e o estado de ilusão que acaba por arruinar a vida de muitos, quer seja por pôr um fim a essas mesmas vidas ou deixar na ruína os restantes que delas são próximos.

NOTA: 9/10