Um bebé nascido num navio de resgate no Mediterrâneo tornou-se numa das estrelas do Eurovision Song Contest (ESC), que este ano decorre em Portugal. A dupla francesa Madame Monsieur, escolhida para representar o país na final do evento inspirou-se numa bebé nigeriana chamada Mercy, que acabou por dar nome à música que representará França no concurso.

Mercy nasceu a 21 de março do ano passado, quando o navio em que a sua mãe seguia para atravessar o Mediterrâneo foi resgatado. A menina com origem nigeriana nasceu na Sicília e acabou por inspirar os representantes franceses no Festival Eurovisão da Canção deste ano.

Foi durante o processo de escrita da canção que os músicos viram uma foto da bebé no Twitter. Inspirados com esta história de esperança, a dupla acabou por dar o nome da menina à sua canção e escrevê-la com base no seu nascimento.

Eurovisão

Segundo Emilie Satt, membro da dupla escolhida para representar França no ESC 2018, a canção não fala apenas sobre os refugiados. Embora seja totalmente baseada na história da bebé, Emilie realça que “esta é uma canção sobre amor, vida e esperança”. A dupla enfatiza o grande simbolismo do nascimento de Mercy, que no meio de uma tragédia vem lembrar a esperança associada ao milagre da vida.

Mesmo não sendo os principais favoritos para representar França na Eurovisão, a dupla Madame Monsieur acabou por ser a vencedora do Destination Eurovision.

Francis Vallat, responsável pela divisão francesa da ONG SOS Mediterranée, mostrou-se orgulhoso pelo povo francês ter escolhido a canção baseada na história da bebé nigeriana. Esta organização não-governamental resgatou, nos últimos dois anos, mais de 28 mil pessoas que tentavam chegar à Europa pelo Mediterrâneo, entre elas a mãe de Mercy Taiwo. Segundo Vallat esta é uma forma diferente de mostrar ao mundo o problema vivido em alguns países, envolvendo todas as nações europeias em seu torno.

Segundo a dupla francesa a sua canção não tem um propósito político definido e pretende apenas contar uma história humana. França, que não vence o Eurovision Song Contest desde 1977, é um dos cinco países com passagem direta à final do dia 12 de maio em Lisboa.

Lê também: Conhece os primeiros seis temas selecionados para a Eurovisão 2018