Os 43 países participantes no Festival Eurovisão da Canção 2018 já iniciaram as seleções nacionais para a escolha dos temas que os vão representar em Lisboa, a 8, 10 e 12 de maio.

Depois da vitória de Salvador Sobral na última edição, que aconteceu em Kiev, na Ucrânia, a 63.ª edição do Eurovision Song Contest irá ter lugar no Altice Arena, em Lisboa. Neste ano, um número recorde de países entra na competição, igualando os números das edições de 2008 e 2011.

Esta edição marca-se pelo regresso da Rússia a concurso, sendo também a primeira vez desde 2011 em que nenhuma nação desiste da sua participação. O Espalha-Factos mostra-te quais os países que já selecionaram o seu tema para aquela que é a maior competição de música do Mundo.

Lê também: RTP procura voluntários para a Eurovisão 2018

Albânia

Albânia foi o primeiro país a concurso a escolher o seu representante. Através do Festivali i Këngës, a seleção nacional albanesa, um júri profissional selecionou o tema Mall, de Eugent Bushpepa.

Segundo o artista, o tema irá manter-se em albanês no grande concurso, sendo a primeira vez que o país leva um tema na sua língua original desde 2013. No entanto, Mall terá de sofrer um corte para ter apenas três minutos, uma das regras do Festival Eurovisão.

A Albânia atua na primeira parte da primeira semi-final, a 8 de maio.

França

Foi através do Destination Eurovision que foi escolhida a canção que fará voar as bandeiras francesas até ao Parque das Nações. Madame Monsieur irão interpretar Mercy, tema vencedor da final nacional francesa.

O vencedor da competição foi decidido através da junção de votos de um júri internacional (composto pelos chefes de delegação de vários dos países a concurso na Eurovisão), que tiveram metade do poder de decisão. Os restantes 50% estiveram nas mãos da população de França através de televoto.

A concurso no Destination Eurovision estava Lisandro Cuxi, luso-descendente a viver em França. Vencedor da sexta edição do The Voice francês, participou com o tema Eva, que passou à final. Apesar de ter ganho o voto do júri internacional na final, ficou em terceiro no televoto e, após a junção de votos, terminou em segundo lugar na competição.

A França tem passe direto para a final da competição, a 12 de maio, por ser um dos Big Five a concurso.

República Checa

Mikolas Josef venceu a competição checa para o Festival Eurovisão da Canção 2018. O público votou e selecionou Lie To Me para representar a República Checa em maio. A emissora já revelou que a versão apresentada em palco será modificada, visto que o tema original inclui alguns elementos explícitos na sua letra.

Pela primeira vez em 10 anos, a Česka Televize levou a cabo uma seleção nacional, onde, após a receção de centenas de temas, seis músicas de diferentes géneros estiveram a concurso. A votação decorreu através de uma aplicação e juntou-se aos votos de um júri internacional.

A República Checa atua na primeira parte da primeira semi-final, a 8 de maio.

Espanha

O país vizinho selecionou o tema que os irá representar através do concurso musical Operación Triunfo (conhecido em Portugal como Operação Triunfo, que foi para o ar na RTP e teve o formato adquirido pela TVI).

Com o talent-show a aproximar-se da fase final, foram atribuídos temas aos concorrentes, escolhendo-se o vencedor na Gala EurovisiónAlfred Amaia foram os vencedores com o tema Tu Canción e vão representar Espanha em maio.

O tema está, no entanto, envolto em alguma polémica. Alguns eurofãs espanhóis apontam semelhanças de Tu Canción com Nuvole Bianche, de Ludovico Einaudi, e as notícias já correm na imprensa espanhola. Ainda não se sabe se a EBU (União Europeia de Radiodifusão) irá fazer alguma consideração acerca do suposto plágio.

Espanha tem passe direto para a final da competição, a 12 de maio, por ser um dos Big Five a concurso.

Malta

O tema de Christabelle foi o favorito da população de Malta para representar o país em Lisboa. Taboo venceu o Malta Eurovision Song Contest com uma combinação de votos de um júri internacional (que a colocou em primeiro aquando da sua votação) e de televoto do público maltês.

Malta atua na segunda parte da segunda semi-final, a 10 de maio.

Suíça

Suíça estava à procura de um tema moderno e com uma mensagem clara para apresentar nesta edição do festival. A população do país achou que Stones, dos Zibbz, era a canção merecedora deste título.

A canção foi escolhida no Die Entscheidungsshow, a seleção nacional suíça. O duo Zibbz venceu a competição através de uma junção de 50% da votação obtida por televoto do público e a outra metade proveniente de um júri internacional, composto por sete outros países a concurso na Eurovisão.

A Suíça atua na segunda parte da primeira semi-final, a 8 de maio.

Lê também: Eurovisão 2018: concorrentes já sabem em que dia atuam pela primeira vez

Com artista escolhido, mas sem tema revelado

São vários os países que já escolheram o seu representante através de seleção interna. No entanto, nenhum dos temas que vão estar a concurso, embora alguns já estejam escolhidos, foram até ao momento revelados ao público.

Entre os anúncios, surge a confirmação de que Yulia Samoylova, a cantora selecionada pela estação da Rússia para a representar na edição passada, que viu a sua participação cancelada devido a quebras da legislação da Ucrânia, irá regressar este ano para representar o país.

Yulia Samoylova

Yulia Samoylova irá representar a Rússia na Eurovisão 2018 (Foto: Eurovision.tv)

Os temas deverão ser revelados nas próximas semanas. Conhece quais os países que já escolheram o seu representante:

  • Austrália – Jessica Mauboy – (tema revelado em março)
  • Áustria – Cesár Sampson – Nobody But You
  • Azerbaijão – Aisel – (tema revelado em março)
  • Bélgica – Laura Groeseneken (SENNEK) – (tema revelado em março)
  • Chipre – Eleni Foureira – Fuego (tema revelado a 3 de março)
  • Finlândia – Saara Aalto – (tema revelado a 3 de março)
  • Geórgia – Iriao – (tema revelado em março)
  • Holanda – Waylon – (tema revelado a 10 de março)
  • Irlanda – Ryan O’Shaughnessy – Together
  • Rússia – Yulia Samoylova – (tema revelado em março)

Quando acontecem as finais nacionais?

Cada país seleciona a sua música através de uma final nacional (semelhante ao Festival da Canção português) ou de seleção interna (a emissora escolhe o representante e/ou o tema que vai ser interpretado nas semifinais).

No que toca a seleções em que o público (ou um júri) votam para decidir qual o seu representante, as próximas semanas serão preenchidas. Podes encontrar o calendário completo no site oficial da Eurovisão ou clicando aqui.

Foi, também, revelado um vídeo no canal oficial no Youtube da Eurovisão onde aparecem quais os eventos nacionais a acontecer nos próximos dias:

A seleção portuguesa, o Festival da Canção, tem semifinais marcadas para os dias 18 e 25 de fevereiro no Estúdio 1 da RTP e final marcada para 4 de março no Pavilhão Multiusos de Guimarães. Já foram revelados os intérpretes e compositores de cada canção, bem como os apresentadores e o júri do festival.

O Festival Eurovisão da Canção realiza-se este ano pela primeira vez em Portugal. O certame, que acontece já nos dias 8, 10 e 12 de maio no Altice Arena, em Lisboa, será apresentado por Catarina FurtadoSílvia AlbertoFilomena Cautela e Daniela Ruah.