Parece que ainda ontem começou e agora já acabou. Com 12 episódios, a oitava temporada de Shameless parece ter adiantado pouco ou nada para os protagonistas, tornando-se numa das mais aborrecidas viagens da pior família americana. O novo episódio, intitulado Sleepwalking, estreou no canal Showtime no dia 28 de janeiro. Em Portugal, a série é exibida na FOX.

Após o seu plano para a reforma não ter corrido como esperava, Frank (William H. Macy) tenta a sua sorte em novas terras. Na casa de férias de um colega de classe alta do seu filho Liam (Christian Isaiah), o patriarca vê uma nova oportunidade: apoderar-se de um conjunto de joias e fazer dinheiro fácil.

Embora Liam não esteja 100% a bordo deste barco, Frank consegue efetivamente assaltar a casa e meter as mãos em alguns pertences valiosos. No entanto, eis que a polícia entra em cena e o protagonista atinge um dos seus pontos mais baixos: esconder-se numa retrete descartável, repleta de dejetos humanos.Shameless

Após ter feito uma viagem tão interessante nesta temporada, onde se tornou num bom cidadão e numa presença regular dentro da família, Frank está de volta aos seus velhos hábitos e eu não sei o que sentir em relação a isso. Embora os momentos de comédia continuem a ser evidentes, esta volta de 180º parece ter surgido cedo demais.

Fiona (Emmy Rossum) continua com o problema de invasão no seu apartamento, adicionando o processo judicial que a família sem-abrigo lhe está a tentar colocar em cima. Embora tente vender o edifício, Fiona acaba por recusar a proposta que lhe fazem por ser demasiado baixa e o seu espírito de empreendedorismo é elogiado.

A irmã mais velha surpreendente o apartamento com uma bomba de fumo e oferece à família uma renda mensal, como forma de nunca mais os ver à frente. Hesitantes ao início, eles acabam por aceitar quando Fiona está prestes a pegar fogo ao dinheiro.Shameless

A rapariga já provou mais do que uma vez que, tanto a nível profissional como pessoal, ninguém se mete com ela. Só gostava que tal prova viesse num pacote mais condensado e relevante, não graças a família invasora por quem ninguém dá dois tostões.

Lip (Jeremy Allen White) é quem faz jus ao nome do episódio. Embora esteja finalmente numa relação com Sierra (Ruby Modine), as coisas parecem não estar muito estáveis – pelo menos do lado dele. Até quando Sierra admite que o ama, ele hesita antes de enviar uma resposta recíproca.

Lip pede a Sierra que ela dê mais uma oportunidade ao ex-namorado. Segundo o protagonista, “tem estado bêbedo ou drogado durante grande parte da sua vida e não tem a certeza de sabe o que é sentir amor. É como se tivesse estado sonâmbulo durante anos.” Como tal, Lip prefere concentrar-se em si mesmo antes de assumir algo com quem quer que seja.Shameless

Allen White merece todo o mérito pela sua atuação mas a história de Lip não é, de todo, cativante. O seu problema de alcoolismo tem sido algo retratado a fundo durante demasiado tempo e perdeu toda a credibilidade quando já havia sido atribuído a Frank anteriormente. Embora uma boa tentativa, acabou por cair na repetição.

Após o final explosivo do episódio anterior – literalmente -, Ian (Cameron Monaghan) começa oficialmente a ser procurado pela polícia. Contudo, o ruivo não se quer deixar ir abaixo sem dar luto. Como tal, recruta todos os membros da sua comunidade e monta uma manifestação em plena baixa da cidade.

Com sinais a dizer “Deus é gay e ele ama-te”, Ian parece ter finalmente atingido o ponto de extremismo e apenas se apercebe de tal fato quando a polícia o consegue capturar. Embora sua bipolaridade seja evidente, a doença não pode servir de desculpa para tudo e toda esta história do “Jesus Gay” foi tão extrema quanto ridícula.Shameless

Carl (Ethan Cutkosky) continua preso com Kassidi (Sammi Hanratty). Primeiro de forma emocional e, esta semana, literalmente. Quando a jovem descobre que ele continua com planos de voltar para a academia militar, usa o seu charme e sedução para o atrair para o quarto e prendê-lo à cama com algemas.

Felizmente, o pequeno Liam solta o irmão a meio da noite, o que faz com que Carl fuja a sete pés mesmo a tempo de apanhar o autocarro para a academia, enquanto Kassidi o persegue aos berros. Espero que seja desta que nos livramos finalmente da pior personagem que alguma vez surgiu ao longo da série.

E quanto aos nossos vizinhos favoritos? Com Freelania (Tina Ivlev) oficialmente presa, Kevin (Steve Howey) e Veronica (Shanola Hampton) têm tudo a postos parece que se realize o casamento entre Svetlana (Isidora Goreshter) e o idoso russo milionário.

Embora a mãe de Freelania surja temporariamente como obstáculo, Kev e V conseguem também prendê-la graças a uma pesada quantidade de vodka. Como tal, o casamento de Svet é oficializado e a russa tem direito à conta bancária com que sempre sonhou.

Frank de volta aos seus antigos modos. Fiona continuando senhora de si mesmo. Lip sacrificou-se por todos e a lado nenhum isso o levou. Carl deixou-se encantar pela pior rapariga de sempre. Ian está a caminho da prisão. Svetlana parece estar de saída da série. Será que, no meio de tantas más notícias, não há nenhuma boa?

NOTA: 3/10