Este ano, a Câmara Municipal de Leiria oferece 35 dias de entradas gratuitas em espaços culturais, com o objetivo de promover a «oferta cultural do município», segundo nota de imprensa da autarquia, presidida por Raúl Castro.

A entrada gratuita nos principais espaços culturais do concelho, sob a gestão da Câmara Municipal de Leiria, contribui para uma maior divulgação dos núcleos museológicos e do Castelo da cidade.

Paralelamente, a oportunidade de visitar estes espaços durante 35 dias, sendo 12 deles dirigidos apenas aos munícipes de Leiria, é uma forma de associar a cidade a um conjunto de datas comemorativas nacionais e internacionais relacionadas com o Património e o Turismo.

Esta iniciativa pretende «proporcionar o acesso à cultura a pessoas que, em condições normais, não têm possibilidade de visitar estes espaços, por razões de distância ou do preço do bilhete», como explicou Gonçalo Lopes, vereador da Cultura e do Turismo desta autarquia.

Nos dias de entrada livre, terá lugar a dinamização de atividades nos diferentes espaços, como «concertos temáticos ou roteiros», refere o autarca, acrescentando que a intenção da Câmara é manter «alguma coerência a nível nacional de, em datas específicas, ter estes espaços com abertura gratuita, como noutros locais pelo país fora que visam fomentar um maior usufruto pelo público».

Esta iniciativa quer responder às necessidades, não só dos munícipes, como do público em geral, alicerçada num Plano Municipal de Cultura.

O Castelo, o m|i|mo – Museu da Imagem em Movimento, o Moinho do Papel, o Agromuseu Municipal Dona Julinha e o Museu de Leiria – Convento de Santo Agostinho são os espaços museológicos que podes visitar, descobrir e explorar, durante este ano.

Lê também: Museu Mais Ativo – ative a cultura: Leiria apresenta projeto com novos roteiros culturais

Paralelamente, os visitantes terão a oportunidade de usufruir da oferta cultural e patrimonial do Centro de Diálogo Intercultural de Leiria, inaugurado em 2017, e que abrange a Igreja da Misericórdia e a Casa dos Pintores, tendo enriquecido o Património Cultural da cidade do Lis.

A lista dos dias em que os núcleos museológicos terão entrada livre está disponível no site da CM Leiria.

Lê também: Sinagoga reabre 520 anos depois para recordar a história judaica