A partir de fevereiro vamos ter Juventus FC na Netflix. A plataforma de streaming vai exibir a série documental que irá explorar um novo lado de uma das maiores equipas da história do futebol europeu e mundial. Juventus FC: Equipa Número 1 estreia dia 16 de fevereiro.

 Juventus FC: Equipa Número 1 é o nome da série documental original da Netflix que se irá dividir em duas partes. Os primeiros três episódios já têm estreia marcada para o próximo dia 16 de fevereiro e a segunda metade está prevista para o final do ano.

Nesta série documental os espectadores vão poder acompanhar as histórias e personagens mais interessantes do clube. Dentro e fora de campo, os futebolistas, treinadores e gestores do clube representarão as vidas reais que fazem do Juventus Football Club uma equipa de referência no mundo do desporto.

O objetivo de Juventus FC: Equipa Número 1 é dar a conhecer aos fãs do clube — e ao público em geral — um novo lado da equipa italiana. Esta série documental será um acesso aos “bastidores” do clube, através dos quais os adeptos poderão sentir-se mais próximos do clube que ganhou seis campeonatos seguidos, bem como de alguns dos maiores futebolistas da história.

Fotografia: Netflix / Divulgação

Alessandro Del Piero, Federico Bernardeschi, Giorgio Chiellini, Douglas Costa, Gonzalo Higuaín, Claudio Marchisio, Miralem Pjanic, Daniele Rugani, o capitão Gianluigi Buffon e o treinador Massimiliano Allegri são apenas alguns dos nomes que irão protagonizar os vários episódios desta série documental.

Juventus FC na Netflix: uma história de vitórias

Fundada em 1897, o Juventus FC é um dos clubes de futebol mais bem sucedidos de Itália, sendo o maior detentor de títulos nacionais: com 33 vitórias em campeonatos.

Historicamente, é também uma das equipas de futebol com mais títulos internacionais, sendo por isso um dos clubes mais importantes do mundo. Com 11 títulos internacionais, o clube italiano é a quarta equipa europeia, e oitava do mundo, com maior número de conquistas internacionais reconhecidas pela UEFA e pela FIFA.