A organização do Festival da Canção 2018, divulgou esta quinta-feira (18) em conferência de imprensa, os nomes dos nove jurados que vão avaliar as canções desta edição e dos apresentadores responsáveis por conduzir a escolha do representante de Portugal no Eurovison Song Contest 2018.

A conferência decorreu durante a manhã na Fábrica de Pão do Hub Criativo do Beato, onde também foram divulgados os intérpretes escolhidos por cada um dos 26 compositores a concurso.

Lê também: Festival da Canção 2018: Já foram revelados os intérpretes de cada canção

Uma dupla masculina e uma dupla feminina para cada semifinal e uma dupla mista na final. Escolha que a RTP considera inesperada, mas perfeita.

Jorge Gabriel e José Carlos Malato vão ser os anfitriões da 1.ª semifinal, com data marcada para 18 de fevereiro. Uma semana depois, na segunda semifinal, em direto dos estúdios da RTP em Lisboa, o público poderá contar com a apresentação de Sónia Araújo e Tânia Ribas de Oliveira.

Filomena Cautela, que também vai apresentar as galas do Eurovision Song Contest, junta-se a Pedro Fernandes para conduzir a final do Festival da Canção, marcada para 4 de março no Pavilhão Multiusos de Guimarães.

São nove os jurados que, juntamente com o público, vão escolher o 50.º representante de Portugal no Festival Eurovisão da Canção. Júlio Isidro será, mais uma vez, o porta-voz do júri e contará novamente com a ajuda do compositor Tozé Brito. Serão também membros do júri as cantoras Luísa Sobral, Sara Tavares e Ana Bacalhau, assim como o cantor Carlão e a locutora de rádio Ana Markl. A este grupo juntam-se ainda António Avelar Pinto e Mário Lopes.

Depois da vitória de Salvador Sobral, no ano passado, em Kiev, esta é a primeira vez que o Festival Eurovisão da Canção decorre em Portugal e que o representante escolhido no Festival da Canção jogará em casa. O Eurovision Song contest terá lugar na cidade de Lisboa, durante o mês de maio. Portugal, como país anfitrião, passará diretamente para a final do dia 12 de maio, assim como os Big Five, Alemanha, Espanha, França, Itália e Reino Unido. No total serão 43 os países a lutar pela vitória.