Johnny Cash regressa a Folsom Prison em novo documentário

Passados 50 anos, Johnny Cash está de regresso a Folsom Prison. Um novo documentário traça a história da sua vida, através do emblemático concerto que o cantor deu a partir de uma das prisões mais perigosas dos EUA.

O realizador será Thom Zimny, experiente em documentar a vida e carreira de vários artistas entre os quais Bruce Springsteen e Elvis Presley. Já a produção ficará a cargo da Imperative Entertainment juntamente com Frank Marshall, produtor de êxitos como O Sexto Sentido e O Estranho Caso de Benjamim Button.

“Enquanto a narrativa linear da atuação em Folsom Prison irá ancorar o filme, cada canção vai abrir uma porta para a apresentação não linear do desenvolvimento emocional, musical e pessoal de Cash” explicou Zimny segundo o The Hollywood Reporter.

Depois de gravar a música Folsom Prison Blues (1955), Johnny Cash fez questão de atuar numa penitenciária. A 13 de janeiro de 1968 o cantor country deu um concerto para os presos de Folsom Prison, na Califórnia. A seguir, seguiram-se muitos mais por várias prisões americanas.

Graças à histórica atuação, o álbum Johnny Cash at Folsom Prison — que engloba êxitos como I Walk the Line e Ring of Fire — tornou-se tripla platina.

Em 2005, James Mangold realizou o musical Walk the Line sobre a vida de Cash e a sua relação com June Carter. Joaquin Phoenix foi nomeado para o Óscar de Melhor Ator e Reese Whiterspoon venceu o Óscar de Melhor Atriz.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Eurovisão 2019 - EF
Eurovisão 2020. Programa especial honra canções participantes em maio