A Herdeira mantinha até este sábado um registo de total invencibilidade contra a sua concorrente Paixão. Quis o destino que, precisamente num dia em que a TVI apostou num episódio especial e em dose dupla da sua principal novela, a trama da SIC conseguisse pela primeira vez ser líder de audiências.

Paixão foi vista por cerca de 1 milhão e 157 mil espectadores, o correspondente a 12,0% de audiência e 24,9% de share, tendo sido o programa mais visto do dia.

A primeira parte do episódio especial de A Herdeira, que concorreu contra Paixão, não ficou muito longe mas deixou escapar a liderança. Com 11,7% de audiência e 24,4% de share, o primeiro capítulo da novela da TVI conseguiu a atenção de 1,133 milhões.

Paixão arrancou à frente, às 21h43, aproveitando a vantagem que o Jornal da Noite conseguiu sobre o noticiário da TVI. A Herdeira foi diminuindo a desvantagem e conseguiu tocar na liderança às 22h13. A partir daí as duas novelas foram alternando na primeira posição.

A segunda parte do especial de A Herdeira foi líder no horário, com 9,8% / 23,9% (953 mil espectadores). No entanto, é a primeira vez que um capítulo da novela tem uma audiência abaixo do 1 milhão. À mesma hora, Espelho d’Água registava na SIC 8,3% / 20,3% (803 mil espectadores).

As noites de sábado são normalmente marcadas pela quebra de audiência das novelas de ambas as estações privadas, mas desta vez A Herdeira parece ter sido a mais prejudicada pela variação do consumo e pela fuga de público para o cabo.

CMTV tem alcançado bons resultados com cobertura de crimes (Fotografia: Jornal i)

Com 3,7% de share, este sábado foi o melhor dia da CMTV desde os incêndios de Outubro.

Noite informativa em destaque no cabo

A noite deste sábado foi marcada por três acontecimentos que tiveram destaque na informação dos canais de cabo: o incêndio mortal numa associação recreativa em Tondela, as eleições diretas no PSD e a vitória do Benfica contra o Sp. Braga.

A CMTV e a TVI24 fizeram o acompanhamento em direto do Sp. Braga x Benfica, tendo o canal da Cofina “goleado” o canal informativo de Queluz. O programa Golos da CMTV registou 1,4% / 3,0% (139 mil espectadores), mais do triplo do que Ao Minuto conseguiu na TVI24 (0,4% / 0,9%).

Terminado o jogo, as atenções voltaram-se para a tragédia em Tondela e a vitória de Rui Rio nas eleições do PSD. O Notícias CM, com início às 22h27 e que se estendeu pela noite dentro, registou 1,3% / 5,0%.

Também a RTP3 esteve em destaque neste sábado, superando a RTP1 ao final da noite. O 360º registou 1,4% / 3,1%, e o 24 Horas conseguiu 1,2% / 5,8% numa edição especial que se prolongou até perto das duas da manhã. Entre os espectadores que apenas têm acesso à plataforma TDT, o 24 Horas registou 3,2% de audiência e 22,3% de share, saltando para a liderança após o fim de A Força do Querer na SIC.

Nas contas totais do dia, a CMTV registou 3,7% de share diário, o melhor registo de 2018 e um dos melhores dos últimos meses. Para o bom resultado do canal da Cofina contribuíram também as transmissões durante a tarde do Fundão x Sporting (1,1% / 4,1%) e do Benfica x Sp. Braga (1,5% / 4,6%) a contar para a Taça da Liga de Futsal.

A SIC Notícias foi a mais vista entre os canais informativos, com 2,3% de share. Seguiu-se a RTP3, com 2,2% (incluindo a audiência na TDT), enquanto a TVI24 se ficou pelos 1,4%.