Após deixar tudo para trás e de passar um ano em viagens pela América Latina, Patrícia Campos publicou o seu primeiro livro, ONZE|NOVE. A obra relata as histórias de Patrícia, as suas experiências e aventuras vividas nos 11 países que percorreu, em apenas nove meses.

Patrícia Campos deixou em pausa uma vida estável de 33 anos no Porto: uma carreira profissional como técnica de Cardiopneumologia de 11 anos, uma casa no centro da cidade, os amigos e a família. Optou pelo incerto em detrimento do seguro, a aventura em vez da rotina.

Mergulhou, então, numa viagem por 11 países, desde março de 2016 a 3 de janeiro de 2017. Do México ao Brasil, passando pelas montanhas maias da Guatemala e presenciando os anos 50 ainda vividos em Cuba, Patrícia absorveu novas culturas e foi submergida por novos horizontes.

Trazendo na bagagem uma aventura tão rica, que muitos poucos experienciam, a cronista de viagens resolveu escrever um livro a retratar as suas peripécias, onde cada capítulo equivale a um país.

Em declarações ao Notícias ao Minuto, a escritora afirma:

Queria levar às pessoas um bocadinho do que tinha sido a minha viagem. Tentar aliar as minhas histórias à história do país e trazer as minhas experiências mais marcantes para o livro“.
viagem

Foto: Looking Around

ONZE|NOVE: a história de Patrícia pela América Latina

De entre os países por onde passou, a cronista destacou alguns deles, consoante aquilo que os melhor caracteriza.

Recorda a viagem ao México, pela sua “diversidade“, a Colômbia pela “hospitalidade” das pessoas, o Brasil pela sua “alegria constante” e ainda o Peru pela “magia da cultura“.

Patrícia Campos confidenciou também que a Guatemala ocupa um lugar especial, pois foi onde iniciou a sua aventura, tendo assim este país marcado “o início de uma nova etapa” na sua vida. Além disso, a escritora acrescenta que foi na viagem a este país que conheceu pessoas fantásticas, sendo também o sítio onde acabou por permanecer mais tempo.

A viagem teve ainda uma experiência na vertente do voluntariado, sendo que Patrícia ajudou as comunidades de Nicarágua, no respeitante a saúde e educação. Na verdade, desde cedo que Patrícia pratica voluntariado. Além de já ter estado em Angola durante dois meses a trabalhar num centro de acolhimento de crianças e a ajudar num hospital de Luanda, desde o ano de 2002 que a cronista é socorrista voluntária na Cruz Vermelha, numa delegação em Paredes.

Patrícia Campos tem também um blogue intitulado Looking Around.

O seu livro ONZE|NOVE foi lançado na Casa do Xiné, na aldeia de Quintandona, em Penafiel, local próximo da sua terra natal.

Lê também: Novidades Na Tinta-da-China: Fernando Pessoa e Sá-Carneiro para 2018