Handmaid's Tale
Hulu

Elisabeth Moss revela detalhes da nova temporada de ‘The Handmaid’s Tale’

Depois de ter ganho o Golden Globe de Melhor Atriz em Série de Drama, Elisabeth Moss desvendou alguns detalhes sobre a nova temporada de The Handmaid’s Tale. Com estreia marcada para abril, o programa-êxito da Hulu foi galardoado com o prémio de Melhor Série – Drama.

Foi no passado domingo (7), em entrevista para o Aftershow da The Hollywood Reporter, que Moss revelou que o elenco, e toda a equipa técnica de The Handmaid’s Tale, estão neste momento a meio da produção da nova temporada da série.

“Estamos, literalmente, a meio dos episódios sete e oito”, contou a atriz. “[A nova temporada] será inspiradora, visceral [e um exemplo de] resistência”. A protagonista da série, baseada na obra de Margaret Atwood, revelou ainda que está neste momento a discutir os últimos cinco episódios da segunda temporada, com Bruce Miller, criador da série.

Miller revelou também um pouco do rumo que a segunda temporada de The Handmaid’s Tale vai tomar. “Na primeira temporada fizemos uma lista de todas as coisas que queríamos explorar e que sabíamos não ter tempo para o fazer durante a primeira temporada. Agora, o que queremos é continuar a explorar o mundo que Margaret Atwood criou.” Segundo o criador da série, o público pode esperar uma segunda temporada “surpreendente, bonita e inspiradora”.

Lê também: ‘Handmaid’s Tale’ tem nova temporada a chegar em abril

A mensagem de Margaret Atwood pela voz de Elisabeth Moss

Para além dos detalhes sobre a antecipada segunda temporada de The Handmaid’s Tale, Moss justificou o porquê de ter dedicado o seu tempo de discurso a recitar as palavras de Margaret Atwood, autora do livro em que a trama da série se baseia.

“Sou uma mulher com 35 anos e tenho tido uma vida, de certa forma, privilegiada quando comparada com outras pessoas, mas as coisas de que falamos na série, e os temas em que Margaret Atwood toca no seu livro, são importantes para mim enquanto mulher.

A atriz recorreu às palavras da escritora por se tratar de mais um discurso de esperança para as mulheres, numa noite marcada pelo apoio ao movimento #TimesUp. “Por causa do movimento Time’s Up, era muito importante para mim expressar claramente aquilo que queria dizer. Não queria falhar, não queria atrapalhar-me e não queria arrepender-me mais tarde porque é realmente importante para mim… queria fazê-lo bem.”

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=voG44D5zQ1w]

Mais Artigos
Por Trás dos seus olhos Eve Hewson
Crítica. ‘Por Trás dos Seus Olhos’: tudo o que é de mais, enjoa