A SIC Mulher está a atravessar uma boa fase nas audiências, e fez questão de o assinalar com um comunicado à imprensa. O canal temático da SIC registou em novembro 1,1% de share nos dados consolidados da GfK, o que representa uma subida de 30% em relação ao período homólogo. É o melhor valor do canal desde que as gravações passaram a ser contabilizadas na medição de audiências.

Nos dados Total Dia, que incluem apenas as gravações vistas no próprio dia, a SIC Mulher registou 1,0% de share no mês de novembro. O canal vocacionado para o público feminino conseguiu uma audiência média diária de cerca de 19.900 espectadores, superando o anterior máximo de 17.700 registado em outubro. Nos dados consolidados, este número aumenta para uma média mensal de 21.300 espectadores ao longo do dia.

Pedro Boucherie Mendes, o diretor dos canais temáticos da SIC, não esconde a satisfação. “Estamos muito contentes com estes resultados porque significam que estamos a compreender bem o que as nossas espectadoras, e cada vez mais os nossos espectadores, pretendem de um canal de televisão”, lê-se no comunicado.

Para o crescimento da SIC Mulher em 2017 têm sido decisivos vários formatos internacionais como MasterchefGot Talent, X-Factor e Biggest Loser. Estes programas têm registado bons índices de audiência ao final da noite e chegam a superar canais como a RTP1. Entre os sucessos mais recentes do canal encontra-se o programa canadiano My Dream Home.

Top 10 da SIC Mulher em Novembro
# Data Hora Programa Aud. (%) Share (%)
1 20/11/2017 23:15:46 Masterchef 1,5 4,5
2 23/11/2017 21:21:05 My Dream Home 1,2 2,4
3 09/11/2017 23:56:22 America’s Got Talent (R) 1,1 5,2
4 20/11/2017 22:25:30 Masterchef (R) 1,0 2,3
5 23/11/2017 24:41:26 America’s Got Talent 1,0 7,5
6 26/11/2017 21:42:11 My Dream Home (R) 0,8 1,6
7 12/11/2017 11:54:51 Masterchef Espanha 0,6 2,3
8 19/11/2017 14:13:18 Gordon Ramsay: Comida Caseira (R) 0,5 1,9
9 08/11/2017 19:54:22 Animal SOS 0,5 1,1
10 10/11/2017 21:58:06 Over Your Head 0,5 1,1
Dados consolidados, que incluem as visualizações de gravações nos sete dias posteriores à exibição.

Também para homens

Apesar de conotada com o público feminino, as audiências da SIC Mulher têm tido trajetória ascendente também entre os homens. A quota de mercado do canal no público masculino foi de 1,0% em novembro, o que é também um recorde nos dados consolidados. A média anual até ao momento é de 0,7%, quando em 2016 foi de 0,5%.

Entre as mulheres, o share mensal consolidado foi um pouco superior, situando-se nos 1,2%. Dos 21.300 espectadores que o canal teve em média, as mulheres representam 61,5% (13.100). O resultado anual no público feminino é de 1,0%, uma subida face aos 0,8% de 2016.

Esta aproximação do canal ao público masculino é também destacada por Boucherie Mendes, que acredita que “a SIC Mulher tem contribuído para uma sociedade mais justa e equilibrada, onde homens e mulheres veem juntos programas supostamente para elas“.

O comunicado da estação de Carnaxide destaca também os resultados do canal de cabo junto dos targets comerciais ABCD 15/54 (1,5%) e ABCD 25/54 (1,6%).