A cantora Melanie Martinez foi acusada de assédio sexual por Timothy Heller, uma antiga amiga da participante que ganhou fama na competição norte-americana The Voice. Heller descreveu no Twitter uma noite em que Martinez alegadamente fez vários avanços sexuais sobre ela.

A jovem, que dá voz a Sleep, acusou Martinez de penetração forçada com um brinquedo sexual, e de outros atos.Mantive este segredo durante anos, convencendo-me de que não era grave e de que não estava magoada com isso”, escreveu Heller. “A ideia de aceitar que a minha melhor amiga me violou parece-me louca.

Continuou: “Uma noite, ela mostrou-se cada vez mais interessada nas minhas preferências sexuais.” “Como alguém que foi vítima de abusos sexuais no passado, é-me difícil falar sobre sexo. Eu estava claramente desconfortável, mas ela era a minha melhor amiga, por isso tentei ser aberta.

Heller partilhou que, na noite seguinte, a cantora de Cry Baby a drogou, para de seguida lhe tocar no peito e lhe fazer sexo oral. Eu nunca disse que sim, referiu. Eu disse que não repetidamente, mas ela usou o seu poder sobre mim.

 

Lembra: Melanie Martinez na Aula Magna: birras e displicência

Melanie Martinez respondeu às acusações algumas horas depois, na mesma rede social. “Estou triste e horrorizada com as declarações e a história contada”, escreveu. “Aquilo que ela e eu partilhámos foi uma amizade próxima… Tentámos ajudar-nos uma à outra. Ambas sofríamos com os nossos demónios. Ela nunca disse não àquilo que escolhemos fazer juntas. E embora tenhamos seguido caminhos diferentes, envio-lhe sempre amor e luz.

Na publicação original, que à hora de publicação reúne mais de 95 mil retweets, Timothy Heller termina com o desejo de que, à luz dos eventos recentes, o público acredite na sua história. O público parece acreditar e vários fãs de Martinez responderam ao tweet e demonstraram o desgosto  que sentem com a ação da cantora.