Apesar de Quentin Tarantino estar atarefado com o seu próximo filme, poderá estar também a desenvolver um filme para a franquia Star Trek.

Segundo a Deadline, o realizador partilhou uma ideia que teve para um filme de Star Trek com J. J. Abrams (Star Trek e Star Wars: O Despertar da Força). Agora a Paramount planeia juntar uma equipa de argumentistas para ouvirem a ideia e começarem a escrever um argumento.

Se tudo correr bem, Tarantino poderá chegar a realizar o filme final. Se tal acabar por acontecer, este será o décimo e último filme do realizador. No entanto, há também a possibilidade da história do filme ser desenvolvida por ele, mas realizada por outro realizador, como ocorreu em 1993 com Amor à Queima-Roupa.

A franquia espacial recebeu um reboot no cinema em 2009, sob a supervisão do produtor e realizador J. J. Abrams. Em 2016 tinha sido anunciado que o próximo filme da saga poderia incluir o ator Chris Hemsworth, mas após o fracasso de bilheteira de Star Trek: Além do Universo (2016), não foi anunciado mais nada acerca do projeto.

A saga parece estar longe do tipo de projetos aos quais os fãs do realizador estão habituados. Afinal, Quentin Tarantino nunca escreveu uma história de ficção científica. Além disso, os seus filmes são conhecidos por uma alta quantidade de violência, enquanto o universo Star Trek sempre procurou ser acessível a famílias.

No entanto, Tarantino já mencionou várias vezes ser fã das séries televisivas que originaram a franquia. Por uma entrevista sua, nota-se que o realizador está familiarizado com diversos episódios de Star Trek (1966–1969) e Star Trek: The Next Generation (1987–1994):

Já em 2003, o seu Kill Bill – A Vingança (vol. 1) se iniciou com uma citação retirada diretamente de Star Trek II: A Ira de Khan (1982). Tanto Tarantino como a Paramount não confirmaram ainda se o projeto irá ou não acontecer.