Reynaldo Gianecchini e Ricardo Tozzi subiram ao palco do Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa, no final de novembro, com Os Guardas do Taj. Depois de esgotadas todas as sessões a norte do país, a peça permanece agora em cena na capital portuguesa até ao próximo dia 17.

Numa produção da Plano 6, Os Guardas do Taj é um espetáculo baseado numa das várias lendas sobre o Taj Mahal.

Este conta a história de dois amigos indianos que são guardas no Taj Mahal, com texto de Rajiv Joseph e encenação de Rafael Primot.

O Taj Mahal é um dos monumentos mais românticos da Índia, considerado já uma das sete maravilhas do mundo.

Esta peça de teatro fala-nos sobre a amizade, as escolhas que fazemos na vida, sobre estar fechado.

Segundo Reynaldo Gianecchini, o espetáculo faz-nos questionar «como é que as pessoas seguem o que lhe dizem só porque lhe dizem que isso é que é bom, só porque é isso que esperam delas, como é que as pessoas seguem ordens sem se questionarem se é isso que realmente querem, se é bom para elas, para o país, para o mundo», explicou em entrevista ao Delas.pt.

Taj

Foto: divulgação

Esta é uma história que aborda temas intemporais e universais para levar o público a refletir.

Num tom cómico e surpreendentemente trágico, a aventura destes dois amigos leva-nos a refletir temas fundamentais sobre a essência humana. Para Ricardo Tozzi, a peça «fala sobre questões muito contundentes da vida, de uma forma brilhante, o texto é maravilhoso. (…) Toca de várias maneiras e é impossível alguém se sentar numa cadeira e não ser tocado de alguma forma. É uma peça que fala subjetivamente de tantas coisas importantes e é de acordo com as experiências de vida de cada um que cada um se vai identificar com algumas das coisas», lê-se na mesma entrevista.

A amizade, a beleza e o dever são temas nucleares deste fascinante espetáculo, feito a pensar em diferentes públicos.

Onde e quando podes ver

A peça Os Guardas do Taj, dirigida a maiores de 12 anos, pode ser vista até ao dia 17 de dezembro, no Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa. Há sessões de quarta a sábado, às 21h30, e domingo às 18h30.

Os bilhetes para o espetáculo custam entre 20 e 25 euros e podem ser adquiridos nos locais habituais.

Lê também: MUSEU ESPANHOL REINA SOFIA HOMENAGEIA FERNANDO PESSOA E SEUS CONTEMPORÂNEOS