A Netflix prepara-se para dar a conhecer mais uma grande aposta. Altered Carbon é uma série de ficção científica baseada na obra homónima de Richard K. Morgan. Estão para já prometidos dez episódios e o trailer deixará os fãs do género a salivar. Joel Kinnaman (Suicide Squad) é o protagonista.

Quase um ano após termos anunciado, a Netflix destapa o véu sob Altered Carbon. A companhia de streaming tem sido discreta relativamente à divulgação do projeto, até ontem. Altered Carbon terá dez episódios na sua primeira temporada. Mas vamos por partes.

“Uma mera inconveniência”

A série é baseada no romance sci-fi e cyberpunk de Richard Morgan, que em 2002 conquistou o público e o prémio Phillip K. Dick.

Altered Carbon decorre no século XXV e traz-nos uma intrigante premissa. No futuro, a consciência pode ser digitalizada e transmitida a qualquer corpo. Quando alguém morre, deve apenas trocar de corpo e retomar a sua vida.

A morte é, assim, “uma mera inconveniência”. Takeshi Kovacs (Kinnaman) é um ex-militar de elite que se tornou mercenário por necessidade. Kovacs foi preso e a sua consciência foi congelada durante décadas, sem um corpo, como punição. Kovacs é trazido de volta para um novo corpo para investigar a tentativa de assassinato de Laurens Bancroft (James Purefoy), o homem mais rico do mundo.

“The danger of living too many times is you forget to fear death”

Altered Carbon traz-nos Joel Kinnaman no papel protagonista. O ator de ascendência sueca e americana tem aqui nova oportunidade de brilhar, após Suicide Squad e um papel recorrente em House of Cards. A acompanhá-lo estão Renée Elise Goldsberry (The Good Wife) e James Purefoy (Rome).

Mas Altered Carbon é um projeto, sobretudo, de Laeta Klogridis. A criadora da série foi também argumentista de filmes como Alexander, de Oliver Stone, e Shutter Island, de Martin Scorsese. Além disto, Kalogridis acumula ainda créditos como produtora executiva destes e outros filmes, como Avatar, de James Cameron.

Em entrevista à Entertainment Weekly, a produtora revelou as dificuldades em avançar com o projeto. Kalogridis adquiriu os direitos para a adaptação do livro há cerca de 15 anos, tentando inicialmente transformá-lo num filme. A história complexa, o desconhecimento generalizado do público sobre a obra e algum conteúdo mais adulto dificultaram a tarefa.

Kalogridis abordou as exigências da história em criar “algo misterioso e com twists, mas também violento e duro, um pouco ao estilo de Logan.” A entrada em cena da Netflix foi essencial para a resolução deste problema. A criadora da série reconhece a importância da empresa em apostar na sua visão e em compreender o material de origem. Kalogridis refere, por exemplo, que todos os membros da equipa de desenvolvimento da série leram o livro original.

A criadora reconhece as referências a Phillip K. Dick, “obviamente de Ridley Scott e até Orson Welles e John Huston, na verdade. Tentámos imaginar como seria um futuro potencial globalizado na Terra, com alguma mudança tecnológica e muita familiaridade humana.

Créditos? Game of Thrones

A Netflix não está a olhar a custos no que toca a Altered Carbon. Embora a companhia não confirme valores, os rumores apontam para números de produção elevados, tendo em conta que será o primeiro ano da série.

Em todo o caso, a contratação de Miguel Sapochnik para a realização do episódio piloto é sintomática disto mesmo. O realizador tem no seu currículo nada menos do que a série Game of Thrones. Tendo realizado vários episódios, destaca-se o nono episódio da sexta série, “Battle of the Bastards”, que lhe valeu um Emmy.

Kalogridis não esconde o entusiasmo pela presença do realizador: “O Miguel é um realizador visionário. Olhamos para o ‘Battle of the Bastards’ e vemos como conseguiu combinar uma escala enorme com momentos emocionais humanos muito intensos. Isso é muito raro e o Miguel faz isso como quem respira.”

O resultado final parece, para já, ser estimulante e positivo. No curto trailer são evidentes as influências de Blade Runner, The Matrix e até Stranger Days, filme de culto de Katherine Bigelow. O visual estonteante e as sequências de ação carregadas de adrenalina prometem chamar espectadores. A qualidade da história dirá se ele continuará para 10 episódios.

Altered Carbon tem estreia marcada já para 2 de fevereiro do próximo ano e promete ser uma das grandes apostas da Netflix para 2018.