A 1 de dezembro de 2016 cumpria-se uma antiga reivindicação, a do alargamento da Televisão Digital Terrestre. RTP3 e RTP Memória juntavam-se à lista de canais abertos. Um ano depois, fazemos as contas: Fez diferença para os espectadores esta mudança?

Os números dos primeiros 12 meses indicam que sim. De um share de 0,9% entre os espectadores com televisão por cabo, a RTP3 passou agora para uma média de 1,8 nos primeiros 11 meses de 2017. O número médio de espectadores por minuto passou de cerca de 17 mil para o dobro, 34 mil.

A diferença é ainda mais notória quando observados os valores da RTP Memória. O canal salta de 0,3% de share no último mês em que era apenas transmitida no Cabo para 1% de média em 2017. O número de espectadores quadriplicou: de cinco para 20 mil por minuto.

O mês de novembro, alicerçado nas séries Soldados da Fortuna e Os Três Duques foi mesmo o melhor de sempre para o ‘canal do arquivo’, com 1,3% de quota de mercado.

Fonte: GfK/CAEM

O que é que os espectadores da TDT mais vêem?

O universo dos lares que apenas têm acesso à TDT representa hoje uma população de menos de 400 mil espectadores. Neste nicho, a liderança é da TVI com 34%, seguida pela SIC com 28,1% e pela RTP1 com 22,3% de share. A RTP2 tem uma percentagem semelhante à dos novos canais: soma 4,6%, contra 3,6% da RTP3 e 3,3% da RTP Memória. A ARTV, também disponibilizada, soma no total do ano apenas 0,2% de quota de mercado.

A chegada das duas estações, que concentram quase 8% do público da TDT, motivou quedas nas restantes emissoras. A RTP1 perdeu 2,2 pontos percentuais, a RTP2 afundou 1,7 pontos, a SIC derrapou 1,9 pontos e a TVI desceu 1,1. O canal mais afetado é mesmo a Dois, que perde um terço do público que teve em 2016.

Apesar da fatia significativa de espectadores que atraem, nenhum dos dois canais conseguiu colocar nenhum programa no top50 dos mais vistos em 2017 pelos espectadores sem televisão paga.

# Programa Canal Rating (%) Share (%)
1 Liga dos Campeões: Benfica x Borussia RTP1 28,6 51,8
2 Jornal das 8 (29/01/2017) TVI 27,7 45,9
3 Mundial 2018: Qualificação – Portugal x Hungria RTP1 26,1 49,9
4 Ouro Verde II (28/08/2017) TVI 24,4 44,8
5 O Preço Certo RTP1 24,1 47,0

Pedrógão Grande domina na RTP3

Entre os programas mais vistos da RTP3 estão três dos noticiários emitidos no dia seguinte à tragédia de Pedrógão Grande, dia em que o canal conquistou máximos de audiência, bem como um Especial Desporto dedicado ao Sporting x Benfica e o programa Trio d’Ataque de 5 de novembro. O formato de debate desportivo é um dos programas mais populares do canal de notícias da RTP.

1 RTP3 18/06/2017 NOTÍCIAS 3 ÀS 10 5,0 24,5
2 RTP3 18/06/2017 JORNAL DAS 12 5,0 16,0
3 RTP3 22/04/2017 ESPECIAL DESPORTO 4,1 12,8
4 RTP3 18/06/2017 JORNAL DA TARDE 3,7 10,5
5 RTP3 05/11/2017 TRIO D’ATAQUE 3,6 11,6

Soldados são a Fortuna da RTP Memória

Soldados da Fortuna, A-Team

Fotografia: Divulgação

A repetição da série Soldados da Fortuna, já emitida nos primeiros meses do ano pelo canal público, está a ter um sucesso ainda superior na segunda transmissão. Os Três Duques, emitida no horário seguinte, é também um dos maiores sucessos da RTP Memória.

A ficção nacional também entra no top5, com as séries de comédia Os Compadres, Milionários à Força e Portugal Tal & Qual.

1 RTP Memória 24/10/2017 SOLDADOS DA FORTUNA 6,9 12,8
2 RTP Memória 10/11/2017 OS TRÊS DUQUES 6,7 14,6
3 RTP Memória 27/02/2017 OS COMPADRES 4,0 7,0
4 RTP Memória 17/04/2017 MILIONÁRIOS A FORÇA 3,9 8,4
5 RTP Memória 09/11/2017 PORTUGAL TAL & QUAL 3,9 7,6

Em 2018, quando a ERC tiver indigitados novos membros para o seu Conselho Regulador, deverá ser lançado o concurso que permitirá a outros dois canais, desta vez privados, juntarem-se ao leque de televisões a transmitir em sinal aberto.

A Televisão Digital Terrestre portuguesa continua, um ano depois, a ser aquela que menos canais tem em todo o continente europeu.