Não há nada melhor para um leitor do que um bom livro. Mas não é só de livros que vivem os leitores. Com o frio lá fora e o Natal à espreita, há quem não dispense uma bebida quente enquanto procura o próximo favorito.

Para assinalar o Dia da Livraria e do Livreiro, a 30 de novembro, o Espalha-Factos selecionou os melhores lugares com livros (e cafeína) para ávidos leitores de Norte a Sul do país.

Norte

Centésima Página

Centésima Página é uma das livrarias mais emblemáticas da cidade de Braga. Foi inaugurada no dia 26 de novembro de 1999, na Praça da Faculdade de Filosofia, mas seis anos depois mudou de instalações. Atualmente, ocupa o piso inferior da Casa Rolão, um edifício do século XVIII, em estilo barroco, situado na Avenida Central.

Concebida como um projeto multifacetado, a livraria Centésima Página oferece uma programação cultural regular, da qual fazem parte apresentações de livros, exposições de artistas, animações infantis, entre outros.

Para além disso, o espaço dispõe de um jardim no exterior, onde os visitantes podem desfrutar do silêncio com uma chávena numa mão e um livro noutra.

os melhores lugares com livros

Foto: interior da livraria Centésima Página

Casa dos Livros

Situada numa zona agrícola de Guimarães, a Casa dos Livros alia o prazer de leitura à natureza, através do vasto jardim (com 11 mil metros quadrados) que a rodeia. Para além do espaço de leitura ao ar livre, o estabelecimento dispõe de seis quartos e todas as condições necessárias para hospedar os seus visitantes.

os melhores lugares com livros

Foto: um dos quartos da Casa dos Livros, dedicado ao escritor Gabriel García Márquez

Almanaque

Entre múltiplos e mais variados espaços de leitura no Porto, ganha especial destaque o AlmanaqueSituado no centro da cidade, o espaço desempenha a dupla função de uma magazine store (publicações internacionais na área das artes) e uma coffee house (bebidas à base de café para consumir no local ou em movimento).

É o sítio ideal para os leitores mais apressados ou com gostos diferenciados.

os melhores lugares com livros

Foto: selecção de revistas para venda no Almanaque

Centro

Lápis de Memórias

A livraria Lápis de Memórias foi fundada em fevereiro de 2011, em Coimbra, e distingue-se das demais pelo papel desempenhado, enquanto editora, na divulgação de cultura e de cidadania.

Situada no Atrium Solum, na Avenida Elísio de Moura, a Lápis de Memórias promove o convívio no seu interior, seja através da presença de autores de referência da literatura nacional, seja através do serviço de cafetaria de que dispõe.

The Literary Man

The Literary Man é um espaço de leitura ímpar no roteiro traçado. Trata-se de um hotel temático de quatro estrelas inaugurado em 2015, na vila de Óbidos, que explora o universo literário. Para além do bar e restaurante inspirados em livros e escritores, o hotel apresenta uma biblioteca com mais de 40 mil títulos nacionais e internacionais, doados pela comunidade.

os melhores lugares com livros

Foto: a biblioteca do hotel The Literary Man

Ler Devagar

A livraria Ler Devagar abriu as portas em 1999, no Bairro Alto, em Lisboa, e desde logo conquistou o público pela sua singularidade. Atualmente, situa-se no complexo Lx Factory, em Alcântara, e para além de milhares de livros distribuídos por dois andares, apresenta uma decoração peculiar e oferece espaço para estar e desfrutar.

os melhores lugares com livros

Foto: o interior da livraria Ler Devagar mostra a impressora da antiga gráfica

Tasca Mastai

A banda desenhada também encontrou lugar na capital de Portugal, através da Tasca Mastai. O bar-livraria, cujo nome advém do ilustrador e pintor Roberto Mastai, foi inaugurado em 2015 por um casal italiano apaixonado por quadradinhos. Localizado na Rua da Rosa, o espaço pretende sobretudo divulgar a nona arte.

Sul

Fonte de Letras

A livraria Fonte de Letras é um local de paragem obrigatória para quem passa na Rua 5 de Outubro, em Évora. Originalmente criada em Montemor-o-Novo, a livraria mudou de instalações em julho de 2013 e tem, desde então, ocupado um lugar de destaque na agenda cultural da cidade Património Mundial da Humanidade.

Enquanto espaço cultural, a Fonte de Letras desempenha uma dupla função, na medida em que não só acolhe novidades editoriais, mas também exposições de artes plásticas. E para despertar ainda mais os sentidos dos seus visitantes, o espaço dispõe de serviço de cafetaria atrativo.

Café Calcinha

Inaugurado em 1929, em Loulé, o Café Calcinha é um dos estabelecimentos mais emblemáticos da região do Algarve. Ao longo da sua existência, não só recebeu designações diferentes (‘Central, ‘Carioca’, ‘Louletano’), mas também funcionou como um espaço de tertúlias predilecto de diversos nomes de referência da literatura portuguesa, entre os quais o poeta António Aleixo.

Em 2014, o Café Calcinha encerrou para obras e reabriu as portas em julho deste ano, para manter viva a memória da cidade e das figuras que por lá passaram.

os melhores lugares com livros

Foto: estátua de António Aleixo, um dos ícones do Café Calcinha

Lê também: LOJAS COM HISTÓRIA: O LIVRO QUE VIAJA PELAS LOJAS HISTÓRICAS DE LISBOA