Expresso

‘Expresso’ acusado de copiar o ‘New York Times’

Num tweet que tem estado a ganhar popularidade desde a tarde deste sábado (25), o jornal Expresso é acusado pela designer Ann Cross de, na edição desta semana da Revista E, demonstrar uma “desavergonhada preguiça criativa” ao usar uma solução gráfica que se assemelha a uma capa da revista do New York Times.

Um dos utilizadores respondeu ao tweet lembrando que, na verdade, o Expresso poderia ter pedido autorização e até ter pago pelos direitos de autor para fazer esta capa. Gail Bichler, diretora de design da New York Times Magazine, veio tirar as dúvidas que pudessem existir e dizer que não, o jornal português não fez qualquer pedido do género.

O Espalha-Factos contactou por e-mail, durante a manhã deste domingo, o diretor de arte do Expresso, Marco Grieco, que até ao momento ainda não reagiu à polémica em causa. Nenhum dos responsáveis pelo jornal fez, até agora, qualquer comentário sobre o assunto.

O Expresso é o maior semanário português e tem disputado, nos últimos meses, o lugar de jornal mais vendido em Portugal com o diário Correio da Manhã. Os dados da APCT indicam que a publicação teve, no último bimestre analisado, uma circulação de 91.903 exemplares por edição.

O jornal semanal é também o único título de imprensa do grupo Impresa que continuará nas mãos da holding detida por Francisco Pinto Balsemão depois da reestruturação de portefólio prevista para os próximos meses.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
De Olho no Big Brother
12 programas que fizeram história na televisão portuguesa