Na passada quinta-feira, dia 16, no Palácio Foz, Tiago Azevedo lançou o seu primeiro livro de ilustrações, Os Contos dos Irmãos Grimm. O Espalha-Factos esteve presente e falou com o artista.

Arquiteto de formação, natural dos Açores, cursou em Lisboa e mudou-se para a Alemanha em busca de projetos de maior dimensão e realização pessoal.

Gradualmente, deixou que a paixão pela pintura tomasse conta da sua vida, expondo as suas obras nas redes sociais. Gostava de ser exposto ao lado de Leonardo Da Vinci.
Foi assim que o artista definiu o seu caminho.

Tiago Azevedo

Foto: Filipa Pereira (divulgação)

Com uma carreira de sucesso no estrangeiro, reconhecido nos maiores centros artísticos do mundo, Tiago Azevedo (32 anos), assume voltar a Portugal “cumprindo um dever de cidadão”,  num evento mais pessoal, depois de expor as suas telas em Nova York, Paris, Cannes e Dubai.

Tiago Azevedo

Foto: Filipa Pereira (divulgação)

O livro…

Os Contos dos Irmãos Grimm são a pedra toque para o seu primeiro livro, no qual retrata as personagens destas histórias, desvendando a sua magia intrínseca.

“Quantas vezes quando estamos confortáveis começamos a desejar algo novo” foi a frase de Jacob Grimm escolhida para abrir a obra:

“O crescimento é o que me move. Quando me sinto confortável sinto que algo não está bem”, confidenciou o autor.

Quanto ao conforto dos outros, desmistificou: “Não tenciono provocar desconforto. Esta é, simplesmente, a visão que eu tenho do mundo”.

Quando questionado sobre o caráter tétrico das histórias, em dicotomia com as adaptações da Disney, diz ser o cariz negro e dramático, uma das coisas que o impele.

Reforça que a leitura destes contos a crianças “sempre foi feita e pode continuar a ser”, salientando as morais universais que estas histórias difundem.

Ilustrando alguns dos clássicos do folclore alemão do século XIX, o português utiliza forte contraste e dramatismo típicos do barroco, (muito evocativos de Caravaggio) sobre o desenho contemporâneo do surrealismo pop, num casamento de cor, neblina e teatralidade mágicos.

A arte sacra é uma das inspirações e paixões do pintor, revelando que, em breve, mais um livro chegará às bancas, com essa preferência como tema.

Sobre a sua terra natal, Angra do Heroísmo, o artista esclareceu, ainda, ter visita programada, para si e para a sua obra.

Os Contos dos Irmãos Grimm estão disponíveis nos locais habituais, por cerca de 16 euros e prometem transportar os leitores ao seu imaginário infantil, bem como, quebrar as linhas cor-de-rosa convencionais dos sonhos, substituindo-as pela elegância misteriosa das ilustrações de Tiago Azevedo.

LÊ TAMBÉM: EDITORA GUERRA E PAZ PUBLICA EDIÇÃO INÉDITA DE O FÍSICO PRODIGIOSO DE JORGE DE SENA