É provável que já tenhas perdido inúmeras horas de sono para ver Stranger Things. E, mais recentemente, para acabar a segunda temporada da série e saber se Eleven e Mike finalmente se beijam.

Como devem saber, as séries da Netflix têm a particularidade de estrearem todos os episódios de uma temporada em simultâneo. Isto faz com que muitos utilizadores consumam as séries de uma maneira desmesurada, até não haver mais nenhum episódio por ver e, como consequência, se coloquem em posição fetal até que volte a surgir uma nova temporada.

Assim, para acalmar a ressaca e matar as saudades de Stranger Things, o Espalha-Factos deixa aqui uma mão cheia de filmes que ou inspiraram a série ou inserem-se dentro dos moldes da mesma.

Stand By Me (1986)

O icónico filme realizado por Rob Reiner foi declarado pelos criadores da Stranger Things como uma das principais influências da série

Stand By Me é um dos mais reconhecidos filmes de “coming of age” de sempre. Este drama, originalmente escrito por Stephen King, conta com Wil WheatonRiver PhoenixCorey Feldman e Jerry O’Connell nos papéis principais e apresenta a história de um grupo de amigos que partem numa aventura em busca do cadáver de um rapaz desaparecido.

À semelhança de Stranger Things, este filme ganha uma vida extra devido à química e personalidades magnetizantes dos jovens que compõem as personagens principais.

A longa-metragem tem hoje o estatuto de filme de culto, não só pela sua qualidade, mas também pelo destino dos jovens atores: River Phoenix teve um final de vida trágico e Corey Feldman viu o resto da sua carreira marcada pela dependência de estupefacientes.

Akira (1988)

A influência de Akira em Stranger Things é fortemente sentida a nível estético e nos poderes de Eleven

Akira estreou numa altura em que as animações japonesas eram vistas como algo infantil e com pouco interesse para a cultura ocidental. No entanto, os seus temas complexos, a violência e a técnica de animação fez com que o filme de Katsuhiro Ôtomo chamasse a atenção de muitos cépticos.

O filme decorre no ano de 2019 e acompanha um gangue de jovens motoqueiros na cidade de Neo-Tokyo, construída depois da destruição da Tokyo original durante a Terceira Guerra Mundial. Num conflito com um gangue rival, Tetsuo é sequestrado pelas forças do governo e é sujeito a experiências que lhe desenvolvem poderes psíquicos.

Os irmãos Duffer – criadores da série da Netflix – confessaram que os poderes e penteado de Tetsuo foram uma das principais inspirações para os poderes psíquicos de Eleven. Existe mesmo uma espécie de homenagem a Akira na primeira temporada de Stranger Things: uma cena em que a personagem interpretada por Millie Bobby Brown utiliza os seus (violentos) poderes de controlo de mente de uma maneira quase igual ao que acontece numa das cenas do filme de animação japonesa..

It (1990/2017)

Um grupo de crianças rejeitadas tem que enfrentar um monstro que as aterroriza. Onde é que já ouvimos isto antes?

It é o segundo filme desta seleção cujo material de origem surge das mãos de Stephen King – uma prova do quão importante este escritor foi para os responsáveis pela série.

LÊ MAIS: IT – A FLUTUAR ENTRE O TERROR E A COMÉDIA

Tanto o filme original como o seu recente remake são boas escolhas para recordar Stranger Things. No entanto, o elenco da versão de 2017 pode ser mais apelativo, visto que que Finn Wolfhard – o Mike Wheeler da série – interpreta também uma das personagens principais de It.

Super 8 (2011)

Tal como os irmãos Duffer em Stranger Things, também J.J. Abrams decidiu criar uma homenagem às suas maiores influências cinematográficas, nomeadamente ao trabalho de Steven Spielberg

Numa espécie de revivalismo dos anos 80 que tenta juntar o melhor de E.T.Stand by MeThe Goonies, J.J. Abrams decidiu reunir um grupo de jovens atores para resolverem um mistério numa pequena cidade de Ohio.

Tal como em Super 8, os “easter eggs” e as referências de Spielberg são também bastante comuns em Stranger Things, sendo que, a par de Stephen King, o realizador de Jaws é um dos pais espirituais da série.

Midnight Special (2016)

Provavelmente o filme mais discreto da lista, mas um dos que se pode traçar mais paralelos com Stranger Things, especialmente entre as personalidades e as capacidades dos personagens principais

Provavelmente o filme mais discreto da lista, mas talvez aquele a partir do qual é possível traçar o maior número de semelhanças com Stranger Things

Midnight Special é um filme de natureza mais independente e art-house. Contudo, as suas semelhanças com Stranger Things podem despertar a atenção de um público mais céptico. Por exemplo, o mistério que envolve todo o filme faz lembrar a aura que envolve grande parte dos episódios da série da Netflix.

Grande parte de Midnight Special é passado dentro de um carro que Alton, interpretado pelo jovem Jaeden Lieberher, usa para fugir do governo americano enquanto é protegido pelo seu pai (Michael Shannon) e pelo seu melhor amigo (Joel Edgartono).