Lisboeta: Recipes from Portugal’s City of Light é o novo livro de receitas portuguesas do cozinheiro Nuno Mendes. O livro, em inglês, foi lançado na passada segunda-feira, no espaço Vintage Department, no âmbito da Lisbon Food Week.

Empadas, pastéis de massa tenra, rissóis, croquetes, feijoada, bacalhau à Brás, papos de anjo, carne de porco à alentejana, cataplana, açorda ou caldo verde são algumas das receitas escritas nas 372 páginas.

A obra aborda o contexto social e cultural de Lisboa e contém fotografias de locais e residentes da cidade. Inclui ainda um comentário em cada receita, na sua maioria relacionado com experiências familiares.

“Carta de Amor” a Lisboa

A ideia de escrever Lisboeta surgiu depois de Nuno Mendes ter escrito, no final do ano passado, um livro de receitas do restaurante Chiltern Firehouse, em Londres, onde é cozinheiro executivo.

Nuno Mendes

Foto: Amazon

“É acerca de Lisboa e eu sou lisboeta. É acerca de mim, das minhas histórias, é um livro muito pessoal. É uma carta de amor à cidade”, contou o autor num comunicado enviado ao Notícias ao Minuto.

Em vez de dividir a obra por secções de entradas, pratos de carne e peixe e sobremesas, o autor organizou as receitas de acordo com “o ritmo da cidade“. Começa com bolos ao pequeno-almoço, um salgado a meio da manhã, seguindo-se um almoço leve. Durante a tarde, há petiscos, seguidos de um jantar e, ao fim da noite, sanduíches.

Algumas das receitas fazem parte do menu do seu restaurante, a Taberna do Mercado, localizado em Londres. As restantes são originais.

O livro foi lançado em inglês para chegar a um maior número de pessoas e para promover a gastronomia nacional.

“Espero que dê uma boa visibilidade a Portugal. Este livro foi feito para muita gente, mas eu gostava de o mostrar a quem não conhece Portugal. Não é só para virem à Taberna, mas para irem a Lisboa e ganharem um entusiasmo pela cozinha lisboeta e pelos sabores portugueses”, disse ainda o chef.

Lisboeta: Recipes from Portugal’s City of Light está à venda por 29,43 euros.

 

LÊ TAMBÉM: O QUE FAZER?: A OBRA QUE INSPIROU A REVOLUÇÃO RUSSA