Entre 16 e 30 de novembro, a Fundação José Saramago e a Casa Fernando Pessoa promovem uma nova edição de Dias do Desassossego, uma iniciativa que decorre em Lisboa e se destina a celebrar dois grandes nomes da literatura portuguesa.

“Entre o dia de nascimento de José Saramago e o dia da morte de Fernando Pessoa, a leitura e os seus efeitos são pretexto para nos encontrarmos, entre a Casa Fernando Pessoa e a Fundação José Saramago, mas também noutros locais da cidade: no Teatro São Carlos, no Teatro São Luiz, no B.Leza, na rua”, lê-se no site oficial da iniciativa.

O encontro de Pessoa e Saramago nas ruas de Lisboa

Inspirada na vida e obra dos autores portugueses, a iniciativa abrange inúmeros eventos de homenagem dispersos pela cidade.

O programa inclui concertos, teatro, apresentações de livros, workshops, arte urbana, entre outros.

Dias do Desassossego

Foto: divulgação

A performance comemorativa dos 35 anos do romance Memorial do Convento, de José Saramago, marca o arranque da iniciativa no dia 16 de novembro, data do nascimento do escritor.

Depois da estreia na Feira do Livro do Porto, Uma máquina voadora movida por vontades, criada por Anabela Mota Ribeiro, será agora apresentada na Fundação José Saramago e conta com a participação de André e. Teodósio, Rafael Esteves Martins e Ana Ribeiro. A entrada é livre, mas sujeita à lotação da sala.

Na programação de Dias do Desassossego destacam-se igualmente os passeios literários agendados para os dia 18 e 19 de novembro, cujos percursos visam aproximar o público a José Saramago, visitando os locais emblemáticos descritos em Memorial do Convento, ou a Fernando Pessoa, recriando os seus passos pelas ruas da capital.

Dias do Desassossego

Foto: divulgação

No dia 30 de novembro, dia da morte do poeta, a Casa Fernando Pessoa acolhe Ruído vário, um espetáculo inédito de Ana Deus e Lucas Argel, que assinala o seu 24.º aniversário e encerra Dias do Desassossego de 2017. Neste dia, a entrada na Casa Fernando Pessoa é livre, mas o concerto tem um custo de 8 euros.

Podes consultar a programação completa no site oficial da iniciativa.

LÊ TAMBÉM: A MENINA DO MAR É EDITADA EM ALEMÃO