Um dos símbolos de Harry Potter e os Talismãs da Morte encontra-se ligado à morte da mãe de J.K. Rowling. A revelação foi feita esta semana pela autora em entrevista à BBC, para o documentário Harry Potter and History of Magic.

Em comemoração do 20.º aniversário da publicação de Harry Potter e a Pedra Filosofal, a BBC lançou um novo documentário intitulado de Harry Potter e a História da Magia. Neste vídeo de 60 minutos são desvendados detalhes mágicos da vida real, detalhes de uma história de magia que enfeitiçou gerações.

LÊ TAMBÉM: HARRY POTTER CELEBRA 20 ANOS DE MAGIA

A criadora de Harry Potter revela neste documentário todas ligações entre Os Talismãs da Morte e a sua mãe, incluindo a inspiração de um dos mais famosos símbolos da saga.

Na entrevista dada à BBC, J.K Rowling recorda ainda que na noite em que desenhou os primeiros esboços de Pomona Sprout, o professor de Herbologia de Hogwarts, assistia ao filme The Man Who Would Be King. Sem saber, após ver o filme, J.K. Rowling preparava-se para receber uma chamada no dia seguinte, a qual lhe traria a notícia do falecimento da sua mãe.

Segundo a autora, que diz não ter a certeza de poder confiar em alguém que não acredita em magia, “o símbolo maçónico é muito importante neste filme”.

Talismãs da Morte

Foto: VisualHunt

A autora afirma só ter percebido como o símbolo que reúne todas as Horcrux é tão parecido com o símbolo maçónico 20 anos depois. “Quando vi o filme novamente e vi o símbolo maçónico, senti um arrepio e pensei: será por isto que o símbolo d’Os Talismãs da Morte é como é? Tenho a sensação de que, nalgum nível do subconsciente, eles estão ligados”, conta em Harry Potter e a História da Magia.

A mãe da obra que vendeu mais de 450 milhões de cópias em todo o mundo explica que, após se ter apercebido deste facto, se sente “como se tivesse feito o caminho de volta para aquela noite de há 20 anos porque, os filmes de Harry Potter expressam sobretudo a perda e, como já disse anteriormente, se a minha mãe não tivesse morrido penso que as histórias teriam sido completamente diferentes do que são.”

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=PySjU3jDFlE]

O que esperar do documentário

Harry Potter e a História da Magia mostra as origens mitológicas do mundo criado por J.K. Rowling. É uma jornada onde espectador atravessa lendas, crenças e todas as histórias por trás das Horcrux, tendo como pano de fundo a exposição da British Library.

A partir deste trabalho da operadora de televisão britânica, o público poderá descobrir a relação inesperada entre magia, lendas e ciência.

Desde feitiços anglo-saxões, que curam bactérias virais, a bruxas que tiveram um papel importante na medicina contemporânea ou, até mesmo, a antigos astrónomos que mapearam pela primeira vez as maravilhas do céu, tudo será possível ficar a saber depois de ver a história real da criação do mundo mágico de Harry Potter.

O lançamento do projeto criado pela BBC foi programado para estrear uma semana após a abertura da exposição na British Library, a qual fora baptizada com o mesmo nome do documentário e que ficará disponível aos visitantes até dia 28 de fevereiro de 2018.

LÊ TAMBÉM: HARRY POTTER: DOIS NOVOS LIVROS CHEGAM EM OUTUBRO

Aos interessados em viajar até à exposição

A History of Magic, pensada de forma a celebrar os 20 anos da primeira publicação da saga, promete ao público mais de 100 artefactos mágicos espalhados pelo local e a criação das suas próprias poções.

Os fãs vão poder encontrar várias relíquias na British Library, entre elas: livros raros, objectos mágicos da coleção da biblioteca e desenhos feitos pelo ilustrador Jim Kay (especialmente para a exposição).

Pela primeira vez, o mundo original de Harry Potter e de J.K. Rowling irá estar exposto ao público. A autora emprestou manuscritos, desenhos, objectos que a inspiraram e rascunhos inéditos do seu arquivo para que estes, junto de muitos outros ‘tesouros’, possam ser exibidos, dando um novo olhar e compreensão à sua escrita e à história que fez sonhar milhões de pessoas.

Aos fãs de Hogwarts, que já estão a planear de todas as formas possíveis a sua ida à exposição, a mesma tem um preço 18 euros (16 libras) para adultos e de 9 euros (8 libras) para crianças e jovens entre os 5 e os 17 anos.

LÊ TAMBÉM: O NOVO DESAFIO DE MIA COUTO EM O BEBEDOR DE HORIZONTES