Wim Wenders recebe Prémio Europeu e condecoração em Lisboa

Wim Wenders esteve esta semana em Lisboa para receber o Prémio Europeu Helena Vaz da Silva 2017. De “boleia” ainda levou para casa uma condecoração do Presidente da República.

O conhecido cineasta alemão esteve na Fundação Calouste Gulbenkian para a cerimónia de entrega do prémio atribuído pelo Centro Nacional de Cultura (CNC), para a Divulgação do Património Cultural.

A presidente do CNC, Maria Calado, falou em nome do júri que não poupa elogios ao cineasta, considerando-o um “defensor acérrimo da Europa” e uma “figura chave do cinema contemporâneo europeu“.

O Júri apreciou em particular a forma original como Wenders consegue dar vida aos valores e ideais europeus e promovê-los além-fronteiras”, segundo o Centro Nacional de Cultura.

Wenders tem sido convidado pela Comissão Europeia e pelo Parlamento Europeu a participar em diversos debates sobre a Europa. A reação do realizador de Paris, Texas (1984) e Lisboa Story (1994) à atribuição do prémio não se fez esperar:

Estou profundamente grato por este prémio porque me identifico com os princípios que lhe estão subjacentes. A Europa é uma utopia em curso, construída, mais do que por qualquer outra coisa, pelo seu legado cultural” frisa o CNC. 

O cineasta foi ainda surpreendido com a Ordem de Mérito que recebeu pelas mãos do próprio Presidente da República, Marcelo Rebelo Sousa. O evento contou ainda com a presença do ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes.

O prémio tem o nome de Helena Vaz da Silva de forma a recordar e a prestar homenagem à jornalista, escritora e ativista política e cultural que, ao longo da sua vida, muito difundiu os ideias europeus. O galardão é entregue, anualmente, a um cidadão europeu cuja carreira prime pela promoção e defesa do património cultural europeu, nas mais diversas áreas.

Mais Artigos
Terra Brava SIC
Maio. SIC teve 18 dos 20 programas mais vistos do mês