À medida que Annalise (Viola Davis) continua no seu caminho de sobriedade, voltar ao topo nem sempre parece ser fácil, sobretudo quando a protagonista é confrontada com algumas sementes do seu passado. O novo episódio de How To Get Away With Murder, intitulado Was She Ever Good At Her Job?, estreou no canal ABC no dia 19 de outubro. Em Portugal, a série é exibida no AXN.

O confronto de titãs

Annalise quer recuperar o seu emprego enquanto professora universitária e, como tal, decide defender a diretora Hargrove (Laurel Vélez) na custódia dos seus filhos, mesmo depois da traição prestada pela mesma na temporada anterior.

Também responsável pelo caso é a firma onde Michaela (Aja Naomi King) está a estagiar, o que significa que tanto a aluna como a professora estarão frente a frente a tentar provar o que realmente valem.How to get away with murder

Hargrove está a ser acusada e obrigada a pagar uma indemnização ao ex-marido devido ao seu alcoolismo. Como se tal não bastasse, Annalise, afundada nas suas mil tarefas, acaba por enviar o e-mail errado ao responsável da universidade com informações sobre o caso, colocando o emprego de Hargrove em risco.

Mas não desesperem: graças a Michaela, o grupo descobre que o ex-marido de Hargrove havia escondido fundos numa conta antes de divórcio, de modo a ganhar vantagem em tribunal. Como tal, para não correr o risco da verdade vir ao de cima, o homem cede a custódia e o grupo acaba por ganhar o caso. Como sempre.

Lê também: How To Get Away With Murder 4×03: a solidão transforma-se em força

Michaela e Annalise acabaram por chegar à conclusão óbvia: é mais fácil unir forças em prol do bem comum e corrigir os erros uns dos outros, do que provar que somos melhores que alguém e colocar o destino de outra pessoa em risco. Hargrove teve direito a um regresso glorioso à série, e as mágoas e o caso judicial parecem ter ficado arrumados… por enquanto.How To Get Away With Murder

E o resto do rebanho?

O restante tempo de antena do episódio vai para Connor (Jack Falahee), que lida com o regresso dos seus dois pais e tem de relatar a Oliver (Conrad Ricamora) como foi ver a sua mãe destroçada ao saber que tinha um marido homossexual.

Connor e o seu pai biológico nunca se deram bem e agora parece não ser a altura. Contudo, o pai admite que foi Connor quem lhe deu a coragem para ser quem é e incentiva-o a seguir os seus sonhos, mesmo que este não passem por advocacia.

Embora estes dois pais tenham sido uma combinação absolutamente sem sal, ao menos deixaram uma mensagem positiva. Bastante cliché, mas ainda assim positiva.

Enquanto isso, Annalise completa o seu tempo obrigatório em terapia e o doutor Issac (Jimmy Smitts) escreve-lhe uma carta de recomendação. A sua nova paciente é Julie, que na verdade é Bonnie (Lisa Weil), que parece vir com a missão de investigar a vida de Annalise a toda a hora, a todos os níveis.How To Get Away With Murder

Bonnie continua também com Laurel (Karla Souza) em mãos mas esta tem mais em que pensar: depois de se ter envolvido sexualmente com Frank (Charlie Weber), descobre mais provas acerca do envolvimento do seu pai no assassínio de Wes (Alfred Enoch) e apresenta-as a Michaela, a qual acaba por meter Oliver ao barulho.

Eu sei que esta temporada de H.T.G.A.W.M. pretende lançar as personagens aos cães e criar a independência de cada um, mas tanto Bonnie como Laurel estão tão dedicadas às suas próprias agendas que chegam a tornar-se insuportáveis. Como se tal não bastasse, Frank continua o cachorro de toda a gente, ao invés do homem destemido que conhecemos no início da série.

Eis que saltamos um mês e meio para o futuro, de volta ao novo mistério da série: Bonnie, sob a identidade de Julie, tenta contactar Isaac, sem sucesso. Na firma onde Michaela está a estagiar, Bonnie dá de caras com um escritório coberto de sangue e a polícia informa-a de que Oliver é testemunha do que aconteceu. Eis que temos pelo menos mais cinco episódios de redenção, rivalidade e um mistério que ainda ninguém percebeu bem do que se trata ao certo.

NOTA: 4/10