Glória Perez, autora da novela A Força do Querer, atualmente em exibição na SIC, refere que “saiu tudo como queria” na obra de ficção.

A trama, que esta sexta-feira (20) chega ao fim nos ecrãs brasileiros, representou a primeira subida de audiências da Rede Globo no principal horário de ficção desde 2012, quando transmitiu Avenida Brasil.

No entanto, a autora diz ainda não estar relaxada: “Só consigo respirar melhor no domingo! A sensação de ter terminado de escrever, de ver tudo a ser gravado é ótima. Mas aquela sensação de dever cumprido é mesmo quando tudo tiver terminado. Aí posso dizer: ‘Seja bem-vindo, Walcyr (Carrasco)’ [autor da próxima novela do horário]“.

Saiu tudo como queria. A novela não teve barriga, não se arrastou, não foi esticada. Não faria nenhum reparo“, garante a argumentista da novela do final de noite da estação de Carnaxide.

Agora… férias em Portugal

Quando questionada sobre a responsabilidade de ter o horário mais visto da televisão brasileira, Glória Perez diz ser como o selecionador nacional: “São 200 milhões de pessoas que acham que sabem mais do que eu. Mas não me incomodo, não. Eu provoco a emoção do público. E à medida que vejo que estou a conseguir despertar algo nas pessoas é que percebo que estou no caminho certo“.

A autora de outros sucessos, como A Guerreira, América ou O Clone, não começou ainda a discutir os pormenores do seu próximo trabalho com a Rede Globo, com a qual tem contrato exclusivo. Prepara-se para ir ao médico, colocar os exames em dia e arrumar as gavetas de casa. Tudo o mais rápido possível, para depois se dedicar ao descanso. Quer ficar de férias até março, aqui em Portugal.

Nos ecrãs nacionais, A Força do Querer ainda terá mais alguns meses de emissão. No horário que ocupa, o da meia-noite, tem sido líder de audiências. Atualmente, este é o único horário em que a SIC apresenta produções brasileiras, naquele que é um dos momentos na história da estação de televisão com menor influência da Rede Globo na grelha de programas.