Serias capaz de passar uma refeição sem o teu telemóvel por perto? O desafio nasce com a nova campanha da McDonald´s. O seu objetivo principal combater a tendência do Phubbing à mesa.

“Phone off. Fun on” (“Desliga o telemóvel e diverte-te”). O mote foi lançado por uma das cadeias de fast food mais conhecidas do Mundo. A missão da nova campanha é combater o Phubbing e as refeições em família interrompidas pelos telemóveis.

Por isso, a cadeia de fast food introduziu num dos seus restaurantes, em Singapura, cacifos transparentes com cadeados para que os clientes possam lá guardar os telemóveis. Assim, podem esquecer (pelo menos durante uma refeição) o mundo virtual e aproveitarem o que o mundo real lhes tem para lhes oferecer.

De acordo com um inquérito a 302 pais realizado pelo McDonald’s de Singapura, a maioria (98%) diz que usa o dispositivo móvel sempre que está com a família, sendo que mais de dois terços admitem usar smartphone durante as refeições.

Phubbing“: O que é?

Já estiveste reunido numa mesa com amigos, em silêncio, todos de telemóvel na mão? E já ignoraste um amigo por estares a olhar para o teu smartphone, ou para o teu Iphone? Se respondeste sim, então estás a praticar “Phubbing”.

Segundo o site do movimento oficial, é o ato de ignorar alguém, numa
ocasião social, ao olhar para o telemóvel em vez de prestar atenção a essa pessoa. O conceito surgiu com Alex Haigh, um jovem de 23 anos, que ao estudar este tipo de comportamentos, apelidou-o de “Phubbing”. O termo é resultado da união entre phone e snubbing (telefone + desprezo).

Deste conceito nasce também um movimento oficial: Stop Phubbing. O principal objetivo é combater (de forma humorística) a propagação desta prática.

Para quem quiser ajudar a combater a “praga”, a plataforma disponibiliza, através de download, cartazes e posteres para locais públicos e ainda cartões para mesas. Além disso, se quiseres alertar uma pessoa em questão, tens a possibilidade de lhe enviar um e-mail interativo ou fazer upload de uma foto sua para que toda a gente conheça o rosto de mais um phubber.

Os visitantes podem também votar a favor ou contra esta tendência. A maior parte parece ser contra este tipo de atitude. De entre os mais de 29 mil participantes, apenas 29% se diz a favor.

Fotografia: Site Stop Phubbing

Lê também: HANG IN THERE: CELEBRIDADES FAZEM VENDA SOLIDÁRIA NO AMOREIRAS