Quentin Tarantino quebrou o silêncio em relação às alegações feitas contra Harvey Weinstein, seu amigo de longa data.

O realizador recorreu ao Twitter para fazer a sua primeira declaração pública desde que o escândalo acerca de Weinstein rompeu. Através da conta da atriz e realizadora Amber Tamblyn, Tarantino expressou o que sente em relação à situação.

“Durante a passada semana tenho estado atordoado e de coração partido com as revelações que saíram sobre o meu amigo de 25 anos, Harvey Weinstein. Preciso de mais alguns dias para processar a minha dor, emoção, raiva e memória e depois falarei sobre o assunto publicamente.”

Weinstein está sob escrutínio público dadas as recentes alegações de assédio sexual de que tem sido alvo. Atrizes e outras mulheres com quem o produtor trabalhou têm confirmado os rumores. Cara Delevigne, por exemplo, alega que o produtor tentou beijá-la numa reunião.

Lê também: Hollywood e os escândalos sexuais: desigualdade em todos os planos

O caso tem dado que falar, especialmente nas redes sociais. A atriz Rose McGowan foi suspensa do Twitter por 12h, após ter confrontado o Ben Affleck acerca das acusações. A suspensão gerou um boicote feminino à plataforma (#WomenBoycottTwitter), em protesto contra o silenciamento das mulheres na rede social.